Resenha de: “Alice no País do Quantum”

Resenha de: “Alice no País do Quantum”

Autor: Robert Gilmore

Ano da primeira publicação: 1995

Gênero: Científico

Resenha:

O livro inicia sua estória com uma situação muito comum, onde Alice se encontra entediada enquanto procura algo interessante para assistir em sua televisão, nessa situação a garota diz que gostaria de ser como a outra Alice (do País das Maravilhas), que estava entediada e descobriu um outro mundo no qual pode se aventurar. A imagem que até então aparecia na tela da televisão de Alice começa a se desmanchar e tudo o que se pode ver é uma névoa de pontinhos brilhantes, a garota então decide por segui-los, mas acabou por tropeçar e cair de cabeça, se espantou ao ver a tela ficar enorme e por estar cercada por todos aqueles pontinhos brilhantes. A partir de então inicia-se a aventura de Alice no País do Quantum.

    Deste momento em diante Alice conhece muitas ‘criaturas estranhas’, as quais tentavam explicar para a garota o que elas eram, onde estavam e o que estava acontecendo. Alice raramente as entendia. O primeiro a se apresentar foi um elétron, o qual a garota não conseguia ver com muita clareza pois este se movia muito rápido, e quando pediu para que este parasse apenas por um instante para que ela pudesse vê-lo, o elétron foi ocupando um espaço cada vez maior conforme diminuía sua velocidade, então surgiu a primeira explicação que deixou-a confusa: no País do Quantum quanto menos espaço você ocupa, mais rápido você tem de se mover; ela então concluiu apenas que ali não havia espaço suficiente para diminuir a velocidade.

    Alice segue sua aventura conhecendo — mas nem sempre entendendo — cada detalhe do lugar onde havia ido parar. Conhece o Contador de Incertezas do Banco de Energia de Heisenberg, o Contador de Estados que a explica como átomos podem estar em dois lugares ao mesmo tempo e muitos outros personagens que ajudam não apenas Alice mas também o leitor a entender como funciona o País do Quantum.

    O livro além de tentar simplificar e trazer os conceitos de mecânica quântica exemplificados como acontecimentos do dia a dia, possui notas explicativas que ajudam o leitor a entender com mais clareza algumas teorias.

Autora da resenha: Fernanda Barbieri de Lara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *