Lise Meitner

Lise Meitner

   A fissão nuclear é a quebra do núcleo de um átomo instável em dois núcleos menores e mais estáveis. Esse processo ocorre após uma excitação do núcleo atômico e é acompanhado de liberação de uma grande quantidade de energia, podendo resultar numa reação de cadeia. Um dos responsáveis por essa descoberta foi Lise Meitner, embora pouco se fale sobre isso.

   Meitner nasceu na Áustria. Mulher judia, ela precisou batalhar para conseguir ingressar em uma universidade. Lise se tornou a segunda mulher a obter um doutorado em física na Universidade de Viena; após seu doutorado, foi para Berlim, e lá teve seu primeiro contato com Otto Hahn, químico que mais tarde se tornaria seu colega de pesquisa.

   Meitner e Hahn trabalharam sobre radiação e juntos, em 1918 descobriram a existência do protactínio, elemento de número atômico 91. Alguns anos após essa descoberta, em 1926, Lise se tornou professora de Física na Universidade de Berlim.  Entretanto, com a propagação das ideologias nazistas, a descendência judia de Lise fez com que ela precisasse se retirar no ano de 1932. Um ano após sua retirada, Lise foi para a Universidade de Estocolmo.

   Mesmo sem Lise, Otto continuou as pesquisas, agora ao lado de Fritz Strassmann. Otto relatava a Lise todas as suas novas descobertas; Lise e Otto, por vezes, encontravam-se para dar continuidade aos seus experimentos e juntos fizeram experiências que evidenciaram a fissão nuclear. Essas experiências foram publicadas em 1939 e não levaram nelas o nome de Meitner. Otto Hahn não mencionou o nome dela na pesquisa e afirmou que os experimentos dele foram os únicos responsáveis por essa descoberta. Em fevereiro do mesmo ano, Meitner publicou através da revista Nature uma explicação física sobre o processo de fissão nuclear. Mesmo assim, no prêmio Nobel de 1944, apenas Otto Hahn foi nomeado.

   Lise continuou seus estudos em Estocolmo até seus 80 anos e durante esses anos realizou outras pesquisas e trabalhos, incluindo trabalhos sobre o primeiro reator nuclear da Suécia. Ela faleceu em 1968 com seus 89 anos, oito anos após se mudar para Cambridge, no Reino Unido.

   Em homenagem ao seu nome, o elemento de número atômico 109 levou o nome de Meitnério (Mt).

Texto por: Mariana Carachinski.

Referências:

[1]Conheça Lise Meitner, a cientista que explicou a fissão nuclear; texto disponível em: https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2019/02/conheca-lise-meitner-cientista-que-explicou-fissao-nuclear.html. Acessado no dia 13/06/2019;

[2] Lise Meitner, Encyclopedia Britannica, disponível em: https://www.britannica.com/biography/Lise-Meitner. Acessado no dia 13/06/2019;

[3] Lise Meitner disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lise_Meitne. Acessado no dia 13/06/2019;

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *