Leonhard Euler (1707-1783)

Leonhard Euler (1707-1783)

Imagem: Leonhard Euler. Créditos: Jakob Emanuel Handmann – 2011-12-22 (upload, according to EXIF data), Domínio público. Fonte: Wikimedia Commons.

“Euler calculava sem esforço aparente, tal como os homens respiram e as águias se sustentam no ar.” – François Arago (1786 – 1853), matemático, físico, astrônomo e político francês.


 Leonhard Paul Euler nasceu na Suíça, Basiléia em 15 de abril de 1707 e foi notavelmente um dos maiores matemáticos de todos os tempos.

 Euler começou a se interessar pela matemática e fenômenos físicos ainda criança, através de brinquedos que envolviam ambos, seu pai lhe deu um livro de álgebra que o fez admirar ainda mais essa área que seria de grande importância em sua vida, cuja maior parte foi vivida na Alemanha e Rússia, onde publicou cerca de 886 artigos científicos.

 Seus trabalhos foram e são importantes não apenas na matemática, mas, também, na física, engenharia, estatística e astronomia. Dentre suas várias contribuições, estão a refinação da noção de uma função, a criação da teoria dos grafos, e muitas notações matemáticas comuns, incluindo o e, o i (unidade imaginária), o símbolo do pi e sigma.

 Na juventude ficou famoso por resolver o problema de Basiléia que consistia em encontrar a soma exata dos inversos dos quadrados dos inteiros positivos, isto é, a soma exata da série infinita, problema este que matemáticos famosos não conseguiram resolver na época.

 Ele teve uma vida familiar razoável, visto que do seu casamento teve 13 filhos, os quais 5 não sobreviveram à infância. E em 1771, perdeu todos os seus bens, à exceção dos manuscritos de Matemática, num incêndio em sua casa. E anos depois ficou completamente cego devido à um problema de cataratas, e conseguiu com a ajuda de seus filhos e amigos, publicar vários de seus trabalhos mesmo estando cego, até sua morte em São Petersburgo na Rússia, vítima de um derrame, no dia 18 de setembro de 1783, porém a influência de Euler nas áreas exatas segue até os dias atuais, sem perder sua importância.

Texto por: Sanderson C. Ribeiro

Referências:

CORDEIRO, Gauss. 300 anos de um gênio. Disponível em:<http://www.ime.usp.br/~abe/lista/msg02545.html>. Acesso em: 25 jun. 2016.

NASCIMENTO FILHO, Carlos Alves do; VARGAS, Daiane de Lira; VARGAS, Rejane de Lira; CIRQUEIRA, Fábio. Biografia de Euler. Disponível em:<http://historiadamatematicaeuler.blogspot.com.br/2011/11/biografia-de-euler.html?m=1>. Acesso em: 25 jun. 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *