Willian Thomson – Lord Kelvin (1824-1907)

Willian Thomson – Lord Kelvin (1824-1907)

“No céu azul da física clássica existem apenas duas nuvens a serem dirimidas…”


 William Thomson, 1º Barão Kelvin (1824-1907), foi um dos mais notáveis cientistas de sua época. Foi professor de Filosofia Natural entre os anos de 1846 a 1899, chefe administrativo de 1901 a 1903 e serviu como chanceler de 1904 a 1907.

 Nascido em Belfast, Thomson foi para a Universidade de Glasgow em 1832 quando seu pai assumiu o posto de professor de matemática. Torna-se, aos 22 anos, professor na mesma instituição após ter completado seus estudos no exterior.

 Durante seus 53 anos como professor, lecionou para cerca de 7000 estudantes de todo mundo, fundou ainda um grupo de estudos avançados em matemática e física bem como um laboratório onde conduzia experimentos direcionados para pesquisas em engenharia elétrica, mais tarde consolidou a “school of eletrical engineering”. Thomson se destacou por suas invenções e publicações. Publicou cerca de 600 artigos durante sua vida e adquiriu reconhecimento internacional por sua proposta da escala absoluta e suas pesquisas pioneiras no campo teórico-matemático sobre energia e calor. Embora seus trabalhos científicos mais conhecidos tenham sido em termodinâmica, Thomson deu várias contribuições importantes na física matemática e nas grandes áreas de dinâmica geral, hidrodinâmica, elasticidade e eletromagnetismo.

 Honrado em 1866 com o título de Sir, foi elevado à alta aristocracia assumindo em 1892 a nomeação de Baron Kelvin of Largs. Morreu em Ayrshire e sepultado em Westminster Abbey em dezembro de 1907.

Texto por: Michel C. Bernardo de Almeida

Referências

Sir Willian Thomson Baron Kelvin of Largs – Biography of Sir William Thomson Baron Kelvin of Largs. University of Glasgow. Disponível em: <http://www.universitystory.gla.ac.uk>. Acessado em junho de 2016.
Um Tributo a Willian Thomson no Centenário de Sua Morte. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 29, n. 4, p. 485-486, (2007). Disponível em: <www.sbfisica.org.br>. Acessado em junho de 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *