A Terra é plana?

A Terra é plana?

Em 2003, pesquisadores descobriram que o estado do Texas, é literalmente mais plano que uma panqueca. (Confira as referências)

Mas claramente a terra não é plana, certo? Pois se fosse, barcos viajando até o horizonte cairiam da borda!

Errado.


Um corpo massivo como a terra, se fosse um disco com raio e grossura possuiria uma gravidade um pouco peculiar… No centro do disco, teríamos uma gravidade normal, apontada para baixo, porém, conforme fôssemos andando até a borda, o ângulo da gravidade ficaria cada vez mais agudo, e apontado para o centro do disco, ou seja, uma pessoa na borda do nosso planeta plano, sentiria a gravidade puxando-a para dentro do disco, sendo assim, você cairia para dentro do planeta, não para fora. Abaixo está uma animação de como seria correr em direção das bordas do planeta com os prédios construidos de forma que os residentes sentissem a gravidade para baixo, como sentimos normalmente.

Image result for gif flat vsauce

Image result for gif flat vsauce

Por este motivo que tudo no espaço sideral, com mais de algumas centenas de metros de diâmetro, é redondo….

Ou é isso que eles querem que pensemos!!! E se a gravidade não for real? E se a Terra é plana e a ciência esteve errada todo este tempo?

Eratosthenes foi um grego antigo que mediu o diâmetro da terra a mais de 2 mil anos atrás. Através dos tamanhos que a sombra de um mesmo pino projeta no solo em latitudes diferentes, ele foi capaz de calcular a curvatura de nosso globo. Entretanto, isto pode ser explicado mesmo com a terra sendo plana.

Segundo a sociedade da terra plana, o sol é uma esfera muito menor do que achamos e está muito mais próxima da terra do que achamos, ela gira logo acima da terra em uma órbita circular em volta do eixo dos polos.

Portanto, a sombra do pino de Eratosthenes, seria diferente em latitudes diferentes do plano, logo, a terra ser esférica não é uma necessidade para explicar este experimento.

Como eles explicam então, o problema da gravidade inclinada nos polos?

Bem, segundo a sociedade da terra plana, a gravidade não existe do jeito que aprendemos na escola e o disco terrestre está acelerando (como um todo) à 9.81 m/s² na direção do eixo normal do disco. Por isso sentimos a gravidade para baixo e igual em qualquer lugar do plano.

Em 1906, Wilbur Glenn Voliva virou o encabeçado de um rito religioso na cidade de Zion em Illinois. Voliva, acreditava que a terra era plana, e impôs que a teoria da terra plana fosse ensinada nas escolas de Zion. O trabalho de Voliva foi a vida toda, voltado a explicar fenômenos em termos de terra plana, e ele conseguiu explicar vários, antes de morrer.

Image result for Wilbur Glenn Voliva

Hoje, a sociedade da Terra Plana continua o trabalho de Voliva. Eles possuem explicações muito boas para uma variedade inacreditável de evidências da terra ser esférica, em termos de terra plana. Mas e então, a terra é mesmo plana?

Entendemos que a ciência é um conceito que muda com o tempo e se adapta a novas evidências para explicar um fenômeno. Porém, estes fenômenos possuem infinitas interpretações. Como dizia Nietzsche “A Física, não é o livro, mas sim a interpretação”, ou seja, a ciência como um todo, não é a explicação dos fenômenos, mas sim uma interpretação que os cientistas concordam em ser a mais plausível.

O que determina o que é ou não é ciência, é o método científico, porém, os “terra planistas”, seguem este método com rigor, por que então a teoria da terra plana, não é a teoria atual? O que a teoria da terra esférica possuí que a teoria da terra plana não? A resposta é “Simplicidade”.

Segundo a navalha de Occam: A teoria que melhor explicar um fenômeno usando a metodologia científica, de maneira mais simples, é então a interpretação científica que deve ser aceita.

E é aí que temos o argumento final para derrubar a hipótese da terra ser plana. As duas teorias explicam satisfatoriamente, os mesmos fenômenos, entretanto, a teoria da terra ser esférica, exige um número menor de suposições para explicá-los, e portanto, é a mais plausível.

Texto por: Matheus Henry Przygocki

Referências:

FONSTAD, M, PUGATCH, W. et al. Kansas Is Flatter Than a Pancake; Disponível em: <http://www.usu.edu/geo/geomorph/kansas.html>; Acessado em: 25 de junho de 2017.

SHENTON, D. The flat-earth Society; Disponível em: <https://theflatearthsociety.org/home/>; Acessado em: 25 de junho de 2017.

BAKER, A. Simplicity; Disponível em: <https://plato.stanford.edu/entries/simplicity/> Acessado em: 25 de junho de 2017.

1 comentário

  • a terra e redonda

    pedrin doido Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *