John Dalton (1766 – 1844)

John Dalton (1766 – 1844)

 John Dalton nasceu em 6 de setembro de 1766, em Englesfield, na Inglaterra. Dalton era filho de Joseph Dalton e Deborah Greenup. Tinha dois irmãos, Jonathan e Mary. Recebeu seus primeiros ensinamentos de seu pai e de um professor, John Fletcher, e assumiu aos 12 anos algumas aula de Fletcher, sob sua supervisão, na Quaker’s School de Springfield. Recebeu alguma instrução na área da matemática e ciências de um parente distante, Elihu Robinson. Em 1781 transferiu-se para Kendal, onde lecionou em uma escola fundada por seu primo, George Bewley. Partiu para Manchester em 1783, onde se estabeleceu definitivamente.

 Em 1787 começou a anotar suas observações meteorológicas. Ele manteve esse trabalho por quinze anos e ao total foram feitas mais de 200.000 observações. As anotações foram publicadas em 1793. Neste livro houve alguns trabalhos sobre gases e a partir dele também, originaram algumas idéias fundamentais da química.

 Em 1794, depois de  ter feitos várias observações sobre certas peculiaridades da visão, Dalton descreveu o fenômeno da cegueira congênita para as cores, que se verifica em alguns indivíduos. Essa anomalia na visão recebeu o nome de Daltonismo, e o próprio Dalton sofria dela.

 Em 1800 ele se tornou um secretário da Sociedade filosófica de Manchester, e no ano seguinte ele apresentou oralmente uma importante série de documentos, intitulado “Ensaios Experimentais”, sobre a constituição da mistura de gases; sobre a pressão de vapor e outros vapores em diferentes Temperaturas, tanto no vácuo e no ar, na evaporação e à expansão térmica dos gases. Estes quatro ensaios foram publicados no Memórias do Lit & Phil em 1802.

 Em 21 de outubro de 1803 Dalton apresentou à Literary and Philosophical Society (Sociedade Literária e Filosófica), de Manchester, uma memória intitulada “Absorção de gases pela água e outros líquidos”, na qual estabeleceu os princípios básicos de sua famosa teoria atômica. Suas observações sobre o aumento da pressão dos gases com a elevação da temperatura e a descoberta de que todos os gases apresentam o mesmo coeficiente de expansão foram também verificadas, independentemente dele, por Gay-Lussac.

 Dalton desenvolveu sua teoria atômica numa série de conferências que proferiu na Royal Institution de Londres, nos anos de 1804 e 1805. Em 1807, com o seu consentimento, Thomas Thomson incluiu um sumário da teoria atômica na terceira edição de sua obra System of chemistry (Sistema de química). O próprio Dalton, no ano seguinte, no primeiro volume do seu New system of chemical philosophy (Novo sistema de filosofia química), apresentou as bases de sua nova teoria.

 John Dalton faleceu em 1844, aos 78 anos de idade.

Texto por: Alaíne Gomes

 Referências:

John Dalton, disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/john-dalton.htm>, acesso em jul, 2016.

Hunt, D. M.; Dulai, K. S.; Bowmaker, J. K.; Mollon, J. D. (1995). The Chemistry of John Dalton’s Color Blindness. Science v.267 p. 984–988

John Dalton, disponível em <http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/quimica/john-dalton.htm>, acesso em jul, 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *