Hans Beth (1906 – 2005)

Hans Beth (1906 – 2005)

 Hans Albrecht Bethe nasceu em 2 de Julho de 1906 em Estrasburgo na Alemanha (atualmente pertence à França). Formou-se em Física pela universidade de Frankfurt. Obteve seu título de doutor na universidade de Munique com a tese “Teoria do campo cristalino”. Lecionou nas universidades de Frankfurt, Munique e Tübingen (Alemanha) até 1933 quando foi forçado a fugir para a Inglaterra devido o avanço do nazismo. Lecionou nas universidades de Manchester e Bristol. Em 1935 fixou-se na universidade de Cornell nos Estados Unidos, onde durante esse período estudou reações nucleares (1935–1938). Em 1941 foi naturalizado cidadão estadunidense.

 Durante a Segunda Guerra Mundial, Hans Bethe foi responsável pela liderança da equipe de física teórica do Projeto Manhattan para o desenvolvimento da bomba atômica. Onde um de seus objetivos era a determinação da massa crítica de urânio-235, para que seja mantida a reação em cadeia de fissão nuclear.

 Em 16 de julho de 1945, foi uma das testemunhas do teste nuclear no Novo México. Depois da guerra, uniu-se com Albert Einstein na formação do “Comité de Emergência de Cientistas Nucleares”, cujo objetivo era informar o público a respeito dos perigos da energia atômica. Mais tarde fez campanha para restringir a pesquisa em armas nucleares e incentivou o uso pacífico da energia nuclear. Ele colaborou para o encerramento dos testes nucleares na atmosfera (1963) e para impedir o desenvolvimento do sistema americano de mísseis antibalísticos (1973). Publicou também, uma série de artigos sobre física nuclear, sintetizando muito do que era conhecido naquele tempo, um trabalho que ficou conhecido como “A bíblia de Bethe”, e continuou esse trabalho padrão no assunto por muitos anos.

 Em 1967 recebeu o prêmio Nobel da Física, pelo estudo da produção da energia solar e estelar, a nucleossíntese estelar. Postulava, juntamente com George Gamov, que a fonte desta energia é a reação termonuclear na qual o hidrogênio é convertido em hélio.

 Bethe também desenvolveu trabalhos em física atômica, teoria das colisões, teoria do estado sólido, no qual contribuiu no estudo da separação dos níveis de energia que surgem ao adicionar uma impureza numa rede cristalina. Foi também um dos responsáveis pelo desenvolvimento da moderna teoria da eletrodinâmica quântica (QED – Quantum Eletrodynamics).

 Hans Bethe casou-se com Rose Ewald, com quem teve dois filhos, Henry e Monica. Depois de muitos anos de trabalho intenso e contínuo, Bethe faleceu em 6 de Março de 2005 na cidade de Ithaca (Nova York, Estados Unidos) aos 98 anos.

Texto por: Maycol Szpunar

Texto retirado e editado de:

Física CDCC (Org.). Hans Bethe. 2006. Disponível em: <http://www.cdcc.usp.br/fisica/Cientistas/HansBethe.html>. Acesso em: 19 jul. 2016.

Nobelprize (Org.). “Hans Bethe – Facts“. Nobel Media AB 2014. <http://www.nobelprize.org/nobel_prizes/physics/laureates/1967/bethe-facts.html> . Acesso em: 19 jul 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *