Os documentos necessários, o cronograma e a forma de inscrição para a seleção do corpo discente são definidos anualmente pelo colegiado e publicados a cada processo seletivo em editais próprios.

Ao inscrever-se no processo seletivo o candidato declara conhecer e concordar com as normas publicadas pelo Programa. A seleção dos candidatos a aluno regular cabe à Comissão de Seleção, com homologação do resultado pelo Colegiado.

O processo seletivo dos alunos regulares é realizado conforme normativa própria, em locais e datas definidos no calendário anual e detalhados em edital próprio.

A seleção dos alunos não regulares é de competência do(a) professor(a) da
respectiva disciplina, homologada a seleção pelo Colegiado.

No ato da inscrição, o candidato pode indicar até três nomes de orientadores pretendidos (por ordem de preferência) conforme a relação constante na página do programa e disponibilidade de vagas/orientação por professor. Tal indicação deve ter por base os vínculos entre o projeto de pesquisa submetido e a produção científica dos docentes selecionados.

O processo de seleção consta das seguintes fases:
a) análise e avaliação do projeto de pesquisa, de caráter eliminatório, considerando a área de concentração e as linhas de pesquisa. É considerado aprovado na primeira fase o candidato que, no projeto de pesquisa, obtiver nota igual ou superior a sete inteiros (7,0).

b) prova escrita, a partir de bibliografia indicada pela comissão de seleção, de caráter eliminatório, com duração de 04 (quatro) horas. É considerado aprovado na segunda fase o candidato que, na prova escrita, obtiver nota igual ou superior a sete inteiros (7,0).

c) arguição, que deverá ater-se fundamentalmente ao projeto de pesquisa apresentado pelo candidato e, opcionalmente, a perguntas e comentários sobre a prova escrita. É considerado aprovado, na terceira fase, o candidato que, na arguição, obtiver nota igual ou superior a sete inteiros (7,0).

Proficiência em língua estrangeira
– no ato da matrícula o estudante deverá apresentar certificado de proficiência em língua estrangeira, inglês, francês, espanhol ou italiano, emitidos pela UNICENTRO ou em consonância com a Instrução Normativa 001/2010 – Propesp/Unicentro em seus artigos 3º e 4º;

Critérios de seleção e resultado final
– A classificação dos candidatos é feita pela média aritmética das três fases do processo de seleção, descrito no item 2.
– Em caso de empate prevalecerá o critério de melhor currículo; em caso de persistência no empate, prevalece o critério da maior nota na prova escrita.
–  A análise do Curriculum Lattes terá como parâmetro instrumento institucional previamente definido pelo colegiado que se reserva o direito de solicitar comprovação documental.

A Comissão de Seleção divulgará a lista dos candidatos aprovados no processo de seleção no mural e site do programa, após homologação do Colegiado.

A relação das vagas, por docente, são publicadas em edital sobre a distribuição de orientação para aquele respectivo ano.