Curso de Nutrição da Unicentro completa 20 anos

Curso de Nutrição da Unicentro completa 20 anos

A Semana Acadêmica de Nutrição deste ano tem um motivo especial para comemorar. É que em 2019 são 80 anos da Nutrição no Brasil e 20 anos do início do curso na Unicentro. Foi por isso, como conta a coordenadora-geral da Semana, professora Angélica Rocha de Freitas Melhem, que a 11. edição do evento, além de promover a integração, a capacitação e a troca de informações entre acadêmicos, professores e profissionais, também relembrou a história de sucesso do curso.

Esse ano a gente tinha um objetivo mais especial, que era comemorar realmente essa história dos 20 anos da Nutrição aqui na Unicentro e relembrar um pouquinho de como que foi o começo dessa história, as pessoas que fizeram parte dessa história e trazer isso para os alunos que estão ainda em formação”, explica.

Para celebrar os 20 anos do curso na nossa universidade, a programação da semana acadêmica contou com palestras, apresentações de trabalhos e momentos de descontração com a apresentação de um stand up comedy. A trajetória das atividades também foi relembrada por meio de vídeos enviados por egressos do curso. “Um representante de cada turma já formada aqui na Unicentro gravou um vídeo para que pudesse expressar um pouquinho do sentimento de ter feito parte da história desses 20 anos. Para mostrar para esses alunos que é possível, depois da graduação, ter um espaço no mercado de trabalho também”, explicou a professora Angélica.

Juradas experimentam o bolo de feijão, concorrente do prêmio integrante da programação da Semana Acadêmica de Nutrição (Foto: Coorc)

Integrado à 11. Semana Acadêmica também foi realizado o Seminário de Pesquisa em Alimentação e Nutrição, que tem por objetivo expor as pesquisas dos docentes do Departamento. Uma das três apresentações foi a da tese de doutorado da professora Caryna Eurich Mazur, que envolve a terapia nutricional domiciliar.

Meu trabalho foi em prontuários dos pacientes em terapia nutricional, que não comiam pela boca, em dez anos de política pública de Curitiba. A gente buscou os diagnósticos das doenças que esses pacientes tinham; qual era a dieta que era formulada para colocar no tubo, na sonda; qual sonda que eles usavam; como que era a aceitação da dieta; a mortalidade desses pacientes e assim por diante. Foi uma pesquisa bem ampla, englobou 1.231 pessoas”, detalha Caryna. 

Esta edição da Semana Acadêmica contou com 140 participantes inscritos. Eduardo Falcão, do terceiro ano, é um deles. Para o estudante, participar das atividades foi uma forma de se preparar para o futuro no mercado de trabalho. “É muito importante para a formação profissional, para nós que somos acadêmicos. Para o nosso futuro emprego, vai ser ótimo essa experiência, esses contatos com profissionais da área”, projeta.

Uma novidade deste ano foi a realização do primeiro Concurso Gastronômico. A proposta foi pensada para estimular a criatividade dos acadêmicos, que deveriam inscrever receitas na categoria lanches saudáveis. Duas receitas foram selecionadas e passaram pela avaliação de chefes de cozinha que também são nutricionistas. Amanda Volz Ortolan é egressa do curso de nutrição da Unicentro e foi uma das juradas. Ela aprovou a iniciativa do concurso. “O que a gente avaliou foi aparência, sabor, textura, a relação com a nutrição e o aroma do prato”, explica. “Achei bem legal da equipe propor isso porque é uma forma dos alunos trazerem a nutrição para a gastronomia”, completa Amanda.

A receita do Bolo de Feijão foi a que garantiu a aprovação dos jurados e da plateia e levou a melhor nessa primeira edição do concurso de gastronomia. Desenvolvido por acadêmicos do segundo ano do curso, o bolo foi adaptado para que o feijão, alimento comum na mesa da população, estivesse presente em diferentes preparações. “A gente adaptou essa receita ao nosso gosto e ao que a gente queria proporcionar para as pessoas. Então, trocamos o açúcar refinado por açúcar demerara, tivemos a introdução do cacau e da canela também. Eu acho interessante porque abre horizontes para os acadêmicos mostrarem a importância da alimentação para a população brasileira e também é uma forma de quando a gente estiver no mercado de trabalho, na área profissional, a gente ter outras ideias, outras receitas para passar para o nosso paciente”, conta a acadêmica Vivian Kellen Ribeiro.

Grupo ganhador do concurso de receitas de lanches saudáveis (Foto: Coorc)

A celebração pelos 20 anos de existência do curso de Nutrição na universidade foi o momento de relembrar a trajetória de sucesso e, também vislumbrar novas conquistas, como destacam a professora Raquel Gatti, primeira docente do curso, e o vice-reitor da Unicentro, professor Vitor Hugo Zanette. “Eu fico com sentimento de missão cumprida quando a gente coloca os nossos alunos no mercado de trabalho, porque eu tenho certeza que eles proporcionam e trazem à comunidade mais saúde e qualidade de vida. Eu gostaria muito que, no decorrer dos anos, a gente conseguisse implantar e oferecer aos nossos alunos o mestrado e, quem sabe daqui alguns anos, o doutorado”, diz Raquel. “Nosso curso de Nutrição, nesses 20 anos, engrandeceu demais o campus Cedeteg e a nossa Unicentro. Ajudou que a nossa universidade fosse uma das melhores do país, fosse a 28. colocada nesse ranking. Nosso curso de Nutrição forma excelentes profissionais em todas as áreas de atuação. Esses profissionais, nesses 20 anos, estão no Brasil todo atuando e levando o nome da nossa universidade. Isso nos engrandece muito, nos deixa com uma alegria muito grande e esperamos que esse trabalho continue com esse sucesso enorme”, acrescenta Zanette.

Avatar

Deixe uma resposta