Para potencializar turismo, prefeitura de Lunardelli estabelece parceria com a Unicentro

Para potencializar turismo, prefeitura de Lunardelli estabelece parceria com a Unicentro

A Unicentro está sempre pensando em formas de compartilhar os serviços da instituição para a comunidade de Guarapuava e de Irati, e também das cidades das regiões centro-sul e centro-oeste do Paraná. Exemplo disso é a parceria que a universidade fechou com o município de Lunardelli, visando o desenvolvimento de projetos que incentivem o turismo local. As ações conjuntas tiveram início nesse mês de agosto e devem ser finalizadas em maio do próximo ano. Elas envolvem os cursos de Comunicação e Geografia da Unicentro.

Tentar, de uma forma planejada, potencializar esse turismo religioso que eles têm e associá-lo ao turismo ecológico, buscando que os peregrinos que visitam a cidade não cheguem apenas no domingo. Além disso, mesmo do ponto de vista do turismo religioso existem alguns potenciais, algumas relíquias que não estão sendo bem expostas para os peregrinos”, destaca o professor do Departamento de Geografia da Unicentro Maurício Camargo.

Hoje, Lunardelli atrai visitantes em função do Santuário de Santa Rita de Cássia (Foto: arquivo pessoal)

Segundo o professor do Departamento de Comunicação Marcio Fernandes, o bom desempenho da Unicentro em diversos tipos de projetos que dão suporte às comunidades foi um atrativo para que Lunardelli buscasse a universidade para fechar essa parceria. “O prefeito da cidade percebeu que precisava de um uma instituição de peso, com conhecimento técnico, com conhecimento científico e acostumada a trabalhar com as comunidades, que é o caso da Unicentro. A universidade tem essa expertise, tem essa disposição, esse interesse em dialogar com as comunidades, com as sociedades”.

O projeto pretende ampliar os pontos turísticos e até mesmo criar uma relação com a cidade de Cassia, na Itália, onde viveu a missionária Santa Rita de Cassia, que dá nome ao Santuário do município de Lunardelli. “Uma visita a Cassia, na Itália, para nós estabelecermos um contato mais estreito com o município e a igreja de lá”, destaca o professor Maurício Camargo. “É um processo de aproximação, para que em maio do ano que vem a gente também possa ter uma delegação italiana, de lideranças religiosas e civis, em visita a cidade de Lunardelli. Fazer esse processo de aproximação no sentido de torná-las, pelo menos no aspecto da vocação religiosa, cidades irmãs”, finaliza o professor Marcio.

Avatar

Deixe uma resposta