O processo de internacionalização da Unicentro encontra-se em estágio semelhante ao de muitas universidades brasileiras, ou seja, encontra-se em fase de ampla expansão. Para isso, parte-se do pressuposto de que é necessário caminhar articulado a um amplo conjunto de medidas para colocar a Instituição em um universo de ensino, pesquisa e extensão que vá mais além das fronteiras nacionais; tal processo se reconhece como vital para a formação de qualidade e a produção de conhecimento, de acordo com os progressos realizados nas principais universidades ao redor do mundo, seja no hemisfério Norte, seja no hemisfério Sul, dado o interesse em estabelecer associações simétricas.