Doutorado em Educação da Unicentro é autorizado pela Capes

Doutorado em Educação da Unicentro é autorizado pela Capes

A Unicentro dá mais um passo em seu caminho de verticalização da educação superior. Reconhecida sua qualidade na oferta de cursos de graduação, a universidade passou a investir também em cursos de pós-graduação. Hoje, são 17 cursos de mestrado e outros sete doutorados. Isso porque a Unicentro recebeu, na última semana, a notícia de aprovação pela Capes, que é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, da proposta de doutorado em Educação. Segundo o professor Alessandro de Melo, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unicentro, desde 2016, o curso de mestrado tem conceito 4, o que o habitava a pleitear também a oferta de um doutorado. E, nesse ano, em nove de agosto, a proposta foi enviada.


São três passos. Primeiro, é o projeto ser avaliado na área de Educação, como é o nosso caso; segundo, é avaliado pelo Colegiado de Humanidades da Capes. O terceiro é no Comitê Técnico-Científico, o famoso CTC. A gente foi acompanhando passo a passo do projeto e foi sendo aprovado e bem elogiado. Aí, na sexta a noite que a gente recebeu a notícia oficial”, explica Alessandro.


O doutorado em Educação será o primeiro da Unicentro a ser ofertado no campus Santa Cruz. Para o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da universidade, professor Marcos Ventura Faria, ele é um ganho para a área das Humanidades e também uma resposta da instituição a demanda do curso de mestrado em Educação, que é a maior entre os PPGs ofertados pela universidade.

Esse projeto do doutorado ele é uma consequência do amadurecimento do mestrado em Educação, que também na última avaliação teve uma ascensão na sua nota, melhorou de conceito, o que habilitou, então, a equipe da Educação à submissão da proposta de doutorado junto à Capes. O Mestrado em Educação, hoje, é o curso mais concorrido da Unicentro  em termos de candidatos vaga. Isso mostra a importância na área de Humanas, em Educação e o que nos levar a crer que o doutorado vai ter essa mesma procura, que essa demanda é alta. Então, é um curso bastante importante no contexto da universidade”, avalia o pró-reitor.

Essa expectativa é compartilhada pelo professor Alessandro. Ele conta que já são 135 alunos mestres em Educação formados pelo programa. “Tenho certeza que assim como o mestrado, que sempre tem quase 300 pessoas inscritas, no doutorado não vai ser diferente. Regionalmente é uma grande conquista”. A primeira turma do doutorado deve ter início em 2021. Já o processo de seleção está previsto para ocorrer, segundo Alessando, no segundo semestre do próximo ano.

O nosso processo do doutorado, a seleção começa no ano que vem, provavelmente, a gente não tem um cronograma fechado, mas basicamente entre junho e outubro para entrar em 2021. A gente já tinha decidido anteriormente esse calendário dessa forma e o doutorado vai seguir o mesmo”, finaliza Alessandro.

Avatar

Deixe uma resposta