Secretariado Executivo promove aula inaugural

Secretariado Executivo promove aula inaugural

Com o tema “cases de sucesso”, o Departamento de Secretariado Executivo reuniu em sua aula inaugural acadêmicos e professores do curso, que é ofertado no campus Santa Cruz e na unidade avançada de Chopinzinho. A mesa-redonda teve a participação de cinco egressas do curso, que contaram suas experiências como profissionais. Segundo o chefe do Departamento, professor Carlos Roberto Alves, essas histórias possibilitam que os estudantes percebam o quanto o curso é um diferencial na formação.

A ideia foi, justamente, passar para eles essas informações através de quem já fez o curso, quem está no mercado de trabalho. Isso acaba, também, proporcionando para eles um interesse maior com relação ao curso”, afirma o docente. O objetivo da aula foi provocar reflexões sobre o mercado de trabalho e as possibilidades de carreira do profissional em Secretariado Executivo. As falas também destacaram o dinamismo da profissão e a abrangência das áreas de atuação do secretário executivo.

Para os estudantes, proposta da aula inaugural foi muito apropriada (Foto: Coorc)

Para a estudante do primeiro ano do curso, Valéria Teixeira, é através das experiências dos profissionais que o acadêmico se reconhece dentro do curso. “É a partir da experiência deles que a gente vai começar a se planejar, para que caminho seguir e não ficar naquela dúvida de fazer uma coisa ou outra. Então, a gente já está meio encaminhado para fazer alguma coisa”. Quem compartilha da opinião da Valéria é a estudante do segundo ano, Ellen Maceno. “É muito esclarecedor para a gente estar verificando que nossa atuação não se resume simplesmente ao âmbito organizacional, fechado simplesmente em empresas. Você pode estar atuando tanto na parte de assessoria executiva, nos escritórios, e também atuando com os próprios executivos”.

Sandra Salles é egressa da turma de 2017 e participou da mesa-redonda. Para ela, é crucial que o estudante tenha esse contato com profissionais que estão no mercado de trabalho. “Émuito importante para eles terem esse ato mais concreto do profissional já atuando depois da formação, porque enquanto você está na formação são muitas dúvidas que surgem: o que eu vou fazer? será que é isso mesmo que quero?”, avalia.

Avatar

Deixe uma resposta