Centro de Línguas desperta o interesse pelo polonês através da cultura e da culinária

Centro de Línguas desperta o interesse pelo polonês através da cultura e da culinária

Com intuito de estreitar as relações entre a universidade e a comunidade, o Centro de Línguas da Unicentro, no campus Irati, está realizando uma série de eventos gratuitos que tem como objetivo despertar o interesse do público para o aprendizado de um novo idioma. Uma das ações nesse sentido é o minicurso “Smacznego: Conhecendo a língua e a cultura polonesa através da culinária”. A palavra em polonês que dá início ao título do curso pode ser traduzida para o português como“bom apetite”. A oficina está sendo ministrada pela professora de polonês do Centro de Línguas, Sônia Eliane Niewiadomski.

Aprender uma nova língua não é apenas aprender a falar ou a se comunicar, mas também é uma maneira de entrar em contato com a cultura do outro, entender suas histórias, perspectivas, o que vai se dar aqui por meio de práticas gastronômicas. A cultura e a história que se construiu ao longo dos tempos também são refletidas nos hábitos alimentares – as tradições, os gostos, os modos de preparo. Os hábitos alimentares podem ser representados tanto na língua, quanto na culinária. Diante disso, podemos dizer que a culinária, assim como a língua, reflete a cultura de um povo ou grupo étnico”, explica Sônia.

Segundo a professora, o público-alvo do curso Smacznego são pessoas da região de abrangência da Unicentro que sejam iniciantes no aprendizado do idioma ou interessados em intensificar o contato com a língua polonesa. O objetivo é sensibilizar os participantes a ingressar nos cursos ofertados pelo Centro de Línguas da Unicentro, no campus Irati. “Nós acreditamos que a língua e a cultura podem ser reconhecidas por meio da culinária e partindo desse pressuposto é que surge esse projeto destinado à comunidade, principalmente a de abrangência da Unicentro, cuja região é marcada pela presença da cultura eslava, que é a polonesa e a ucraniana, e nós sabemos que esses grupos étnicos têm contribuído de forma decisiva para a diversificação e enriquecimento da cultura regional”, complementa.

Uma das participantes do minicurso sobre língua, cultura e culinária polonesas é a professora Ana Paula de Castro Sierakowski, que se interessou pela temática a partir de uma relação afetiva com essa proposta, já que é descente de poloneses. “Me inscrevi no curso Smacznego, primeiramente por curiosidade. Sou descente de poloneses por parte paterna e sempre tive vontade de conhecer mais sobre questões culturais da Polônia. Então, quando eu vi que o foco do curso seria a culinária o interesse aumentou, principalmente, pela questão afetiva relaciona ao tema. A primeira aula, para mim, foi um deleite. Claro, a dificuldade do primeiro contato com uma língua recheada de sons tão diferentes da língua portuguesa, era evidente. Mas acho que a curiosidade de professora por aprender coisas diferentes é sempre pulsante”, dia Ana Paula.

O vocabulário referente à culinária polonesa está sendo trabalhado no minicurso de uma forma lúdica, com a proposta de atividades práticas como o preparo, passo a passo, de alguns pratos típicos, como o pierogi. Além disso, a programação do curso Smacznego inclui a participação de convidados da Polônia, que falarão sobre a culinária típica do seu país. As aulas gravadas estão disponíveis no canal do YouTube da Coordenadoria de Tecnologia e Informação da universidade e podem ser acessadas a partir do endereço www.youtube.com/UnicentroCoortiCampusdeIrati.

Avatar

Deixe uma resposta