Matriz Poética é mostra em exposição no campus Santa Cruz

Matriz Poética é mostra em exposição no campus Santa Cruz

Uma forma de arte que deixa marcas. As gravuras, pensadas nos mais diferentes formatos, são o tema da exposição Matriz Poética. As obras expostas na Unicentro são fruto das discussões do grupo Grimpa, um coletivo artístico que reúne alunos, egressos e professores do curso de Artes Visuais da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). “A exposição surgiu das discussões do grupo Grimpa. Nós estávamos discutindo a gravura e as possibilidades de, além da técnica de gravura que a gente ama, gravura expandida”, explica o curador da exposição, o professor  Renato Torres. 

Um dos participantes do projeto, Darlan Migliorini explica que o processo de produção das obras se mistura as discussões do coletivo, com o que é abordado nas aulas do curso de Artes Visuais. “Cada aluno, cada participante do projeto desenvolve seu estudo e, a partir disso, ele, junto com o professor, vai trabalhando a matriz para que se desenvolva o trabalho final que é a impressão”.

Além de materiais diferentes, as obras da exposição trabalham com outros fatores que fogem do comum. Como é o caso das gravuras expostas por Cássio de Toledo. Ele procurou distribuir as obras fora de molduras, posicionando-as nos cantos dos painéis que sustentam os quadros. “A questão das gravuras estarem meio espalhadas pela exposição é para quebrar um pouco os padrões da exposição tradicional. A etiqueta está no chão, por exemplo, e a gravura fica disposta na parede, fora da moldura. Trabalha um pouco dessa questão do isolamento que eu busco trazer na gravura”, detalha.

A exposição Matriz Poética é inédita e a escolha do campus Santa Cruz para a estreia foi feita para promover o intercâmbio de experiências entre a UEPG e a Unicentro, como explica o coordenador do curso de Artes Visuais de Ponta Grossa, professor Nelson Silva Júnior. “Sempre a gente falou sobre essa aproximação entre as instituições, entre os cursos das instituições. Tanto é que alguns professores daqui já foram para a UEPG fazer palestras, nós já viemos para cá em outros momentos, mas principalmente um momento que permitisse uma instituição conhecer a produção artística da outra instituição. Então, foi justamente esse objetivo”, conta.

Para marcar o lançamento da exposição, o professor Renato ministrou uma palestra. “Eu tentei fazer uma ponte entre o que nós estamos mostrando, dessas produções, dentro do conceito de gravura e a produção nacional e internacional”.

Os interessados em conferir de perto as obras da exposição Matriz Poética têm até o dia 21 de junho para ir até o Centro de Exposições do campus Santa Cruz, que fica ao lado da Proec (Pró-Reitoria de Extensão e Cultura). Quem já passou por lá, garante que não se arrepende. Esse é o caso da acadêmica da Unicentro, Caroline Hösel Miranda. “Achei bem interessante a exposição. Acho muito interessante eles trazerem artistas de fora para que nós, da Unicentro, conheçamos o que se está fazendo de arte em outros lugares. Eu acho que a arte é muito sobre o atual. Então, conhecer o atual é importantíssimo para gente que trabalha com isso”.

Avatar

Deixe uma resposta