Educação financeira é tema de palestra no campus de Irati

Educação financeira é tema de palestra no campus de Irati

Muitas pessoas têm dificuldade em administrar o próprio dinheiro. O salário cai na conta e parece desaparecer em um piscar de olhos. Mas uma atividade ministrada no campus Irati da Unicentro mostrou que é possível ter controle sobre a vida financeira e ainda poupar uma quantia da nossa renda mensal. Durante a palestra intitulada “Educação Financeira”, o treinador financeiro Alexandre Poffo deu algumas dicas sobre como organizar as finanças.

“No final do mês, antes do mês seguinte, é ideal que eu pegue uma planilha e escreva, quanto eu vou gastar esse mês com água, luz, alimentação, transporte, seguro do carro, minhas saídas, minha diversão. Você tem que traçar uma meta e depois todos os dias você faz esse controle”, explica o consultor. Alexandre enfatizou a importância de ter objetivos claros para evitar deslizes com gastos supérfluos.

“Se conhecer, saber de onde vem o dinheiro e saber para onde vai o dinheiro é o ponto fundamental das finanças. O primeiro ponto. Aliado a isso, nós precisamos ter objetivos e, hoje, infelizmente a maioria das pessoas não têm objetivos claros. Quando você não tem objetivos na vida, o seu dinheiro vai para coisas que você não precisa. Se o dinheiro não tiver direcionamento, ele acaba sendo gasto em coisas que não são importantes”, defende Alexandre.

Auditório ficou cheio para a palestra (Foto: Coorc)

A palestra sobre Educação Financeira foi organizada pelo Sesa, que é o Setor de Ciências Sociais Aplicadas, em parceria com a Cresol (Sistema das Cooperativas de Crédito Rural com Interação Solidária). O diretor do Sesa no campus Irati, professor Edélcio Stroparo, comentou que o intuito da atividade foi dar suporte aos estudantes, para que tenham mais facilidade em organizar os rendimentos e as despesas. “É possível que nós tenhamos alunos que venham de outros locais, que deixam suas famílias e vem viver aqui e não tenham essa vivência. Aí, passam a enfrentar dificuldades. Daí a importância do evento, porque começa a tocar nesse ponto e, de certa forma, trazer conhecimento e possibilidades dessas pessoas se tocarem e passarem a pensar nas suas finanças pessoais com mais cuidado”.

A palestra foi aberta a toda a comunidade, que ouviu as recomendações do treinador financeiro junto com os acadêmicos da Unicentro. O estudante de Administração Vinícius Dick comentou que sabe da importância de administrar o próprio dinheiro. O que para ele é um hábito desde que iniciou a graduação e a fazer estágio remunerado. “Eu baixei um aplicativo de controle financeiro. Nele, eu lanço todas as minhas despesas, seja as maiores, seja as que eu gasto esporadicamente durante a semana, durante o mês, e tudo o que eu recebo. Ali, ele vai me dando um controle do quanto entrou, quanto saiu. Ele também me disponibiliza gráficos de quais áreas estou gastando mais, aonde eu poderia reduzir”, conta.

O estudante afirma que além de controlar os gastos, ele sempre tenta separar uma parte da sua remuneração para colocar na poupança. “Eu não tenho uma quantidade X do salário que vai para isso, dependendo do mês é uma quantia, as vezes é 200, as vezes é 100, as vezes é 50, depende do quanto me sobra dessa margem, mas todo mês eu invisto e guardo algo pra mim”.

Avatar

Deixe uma resposta