Comunidade universitária realiza atos em defesa da educação pública

Comunidade universitária realiza atos em defesa da educação pública

Durante todo o dia de ontem, 15 de maio, acadêmicos, professores e agentes universitários da Unicentro realizaram atos em defesa da educação pública. As ações, que ocorreram em todo o país, surgiram a partir de medidas do governo federal que colocam em risco as atividades de ensino, pesquisa, extensão e cultura das instituições de ensino superior.

Movimento estudantil promoveu debate no Campus Santa Cruz.

Em Guarapuava, pela manhã, representantes da comunidade universitária participaram de atos na praça 9 de Dezembro, juntamente com integrantes da sociedade e de outros órgãos públicos. Centenas de pessoas participaram dos atos que culminaram com uma passeata e panfletagem pelo centro da cidade. À noite, no Campus Santa Cruz, o movimento estudantil coordenou uma roda de conversa, sobre as perspectivas e problemas enfrentados pelas universidades.

Em Irati, pela manhã ocorreu um ato unificado no centro da cidade, além de uma conversa com estudantes para explicar os motivos dos atos. À tarde e noite faram realizadas panfletagens no campus da Unicentro.

Para o reitor da Unicentro, professor Osmar Ambrósio de Souza, é um movimento justo e essencial em defesa da educação pública e de qualidade no país. “As universidades são referências na formação de pessoas, produção de conhecimento e prestação de serviços à sociedade em todas as áreas do conhecimento e devem ser valorizadas pelo governo e reconhecidas pela comunidade”, declarou.

Avatar

Deixe uma resposta