Professora da Unicentro recebe diploma “Mulher Cidadã”

Professora da Unicentro recebe diploma “Mulher Cidadã”

Com a casa cheia, a Câmara de Vereadores de Guarapuava recebeu as homenageadas. 13 mulheres que fizeram a diferença nos últimos meses receberam o diploma “Mulher Cidadã”. A Cerimônia, de acordo com a vereadora Maria José, proponente da lei de homenagem, tem o objetivo de prestar uma homenagem e valorizar as ações das mulheres de guarapuava, em prol da sociedade e do empoderamento feminino. “O projeto de lei, que foi instituído há 16 anos, traz essas homenageadas através das entidades. Não são os vereadores que indicam, e sim as entidades que, no dia a dia, acompanham o trabalho dessas mulheres”.

Entre as homenageadas da noite estava a representante a Unicentro: professora Stella Maris Nerone Lacerda, do Departamento de Ciências Contábeis e da Procuradoria Jurídica da universidade. A indicação é resultado do trabalho desenvolvido por ela, nos últimos cinco anos, como coordenadora do projeto de extensão Patronato. Ação que conta com uma equipe multidisciplinar e atua na assistência jurídica, na orientação profissional e na ressocialização de egressos do sistema prisional ou o cidadão que cumpre pena alternativa na sociedade. “Partilho essa homenagem com todas as mulheres que trabalham comigo, que fazem parte da minha equipe no Patronato e na Procuradoria da Unicentro. Mulheres maravilhosas que desempenham com o máximo de dedicação as suas atividades”.

Presente na solenidade, o vice-reitor da universidade, professor Osmar Ambrósio de Souza, afirma que o trabalho de Stela, assim como o de muitas outras professoras da universidade é fundamental para a construção de uma sociedade menos desigual. “Nós conhecemos a professora Stella e conhecemos a dedicação, o emprenho, o carinho com que ela trata todos os projetos que ela desenvolve em benefício da sociedade, em benefício das pessoas oprimidas, em benefício de buscar a igualdade dos direitos, a recuperação de detentos”, avalia.

A iniciativa da Câmara de Vereadores em homenagear, anualmente, as mulheres guarapuavanas faz, segundo a Secretária Municipal de Políticas Públicas para Mulheres de Guarapuava, Priscila Schran de Lima, com que o trabalho e a luta de cada uma delas fique registrado na história do município. “Por muito tempo, a gente ficou apagada da história, ou pouco se sabia sobre a história de nossas mulheres. Mas graças a essa ação da câmara, a gente consegue ter contato e fazer com que a história dessas mulheres permaneça na história oficial do município”.

Avatar

Deixe uma resposta