Mostra destaca trabalhos desenvolvidos por estudantes do curso de Arte

Mostra destaca trabalhos desenvolvidos por estudantes do curso de Arte

Cinco dias de troca de conhecimentos e apresentações artísticas. A segunda edição da Mostra de Arte deu destaque para as produções realizadas nas disciplinas do curso de Arte. Na programação, apresentações de dança, música, teatro, exposições e ensaios corporais. A acadêmica Camila Trombella, através de um vídeo realizado na disciplina de Projeto em Corpo Artístico, levou a plateia a refletir sobre as repressões sofridas por mulheres em seus relacionamentos. “A gente queria que as pessoas olhassem e entendessem aquilo que nós estávamos falando. Então, a gente achou que o vídeo seria a melhor forma de conversar com o público”, afirma.

Trabalhos, em diversas linguagens, foram compartilhados durante a Mostra (Foto: Luiz Felipe Panozzo)

Entre os objetivos da Mostra de Arte estava a complementação da formação dos acadêmicos. Para isso, foram realizadas, também, bancas de Trabalhos de Conclusão de Curso e Rodas de Conversas. Além disso, ocorreu a troca de experiências entre estudantes dos quatro anos do curso. O mais importante, segundo a coordenadora do evento, professora Érica Dias Gomes, era promover a reflexão. “Mobilização em torno das produções para a gente repensar o que aconteceu, os alunos verem as produções dos outros, conhecerem um pouco também de alguns convidados que já passaram por aqui, para troca de conhecimento que possa agregar sempre”, frisa.

Durante a Mostra de Arte, como destaca a professora Érica, os estudantes também participaram de minicursos e oficinas, como a ministrada pela professora Marcia Novakoski sobre mímica. Para ela, a compreensão desse tipo de linguagem teatral é fundamental tanto para o desenvolvimento pessoal quanto para a futura prática docente dos oficineiros. “Eles podem, mais tarde, desenvolver isso em sala e também para a vida deles, trabalhando assim o respeito, a desenvoltura e também a timidez. Então, é bem importante porque é a base do trabalho teatral e da sala de aula para arte é a mímica”.

Oficinas complementaram formação dos estudantes (Foto: Luiz Felipe Panozzo)

A valorização dos gestos, roteiro de ações em câmera lenta e estilos de maquiagem. Todos esses conteúdos, a acadêmica Bruna Antonete, do quarto ano de Arte, aprendeu nas oficinas da Mostra. De acordo com a estudante, a oficina de teatro veio para complementar seu conhecimento nas diversas linguagens artísticas. “Pela experiência de muitos profissionais que, as vezes, não são nossos professores, mas trazem muitas experiências nas linguagens artísticas aí, no caso, eu estou fazendo uma oficina de Teatro e acredito que só posso ensinar aquilo que você tem vivência, aquilo que você tem experiência”.

Avatar

Deixe uma resposta