“Alimentando o saber” é o tema central da Semana de Nutrição 2017

“Alimentando o saber” é o tema central da Semana de Nutrição 2017

Proporcionar aos acadêmicos e profissionais da área de Nutrição a oportunidade de ampliar o conhecimento e divulgar as produções científicas dos professores e estudantes da Unicentro. Esses são os objetivos da IX Semana de Nutrição (Senutri), que, neste ano, contou com mais de 100 participantes.

Para esta edição do evento, o tema escolhido foi “Alimentando o saber”. Por isso, foram convidados profissionais de outras cidades do Paraná e também de outros estados, como São Paulo, para orientarem as atividades. “Os temas abordaram necessidades relatadas pelos alunos. Então, tratamos de gastronomia funcional, do preparo de dietas enteral de forma artesanal, do aproveitamento integral dos alimentos e do treinamento de julgadores para análise sensorial”, detalhou a coordenadora-geral da Senutri, professor Adriana Maziero Kuhl.

O vegetarianismo foi um dos temas abordados (Foto; Márcio Nei da Silva)

O nutricionista Murilo Dáttilo abordou em sua palestra o jejum intermitente, que é um tema emergente dentro da área. “A temática acaba englobando vários subitens. Então, uma é a questão do jejum, outra é o jejum intermitente, que são coisas diferentes. Há também as questões sobre restrição calórica e a restrição de carboidrato”, explicou. “O jejum, por definição, é nós analisarmos o metabolismo a partir do momento em que nós estamos cerca de cinco, sem horas sem nos alimentarmos. Já o jejum intermitente seria o ato de intercalar períodos de consumo alimentar com períodos de ausência de alimentos. A restrição calórica envolve comer menos calorias do que a gente precisa por dia e a restrição de carboidrato envolve restringir ou ingerir uma quantidade menor do que a gente necessita”.

Neste ano, a Senutri contou com a participação do Centro Acadêmico na organização das atividades. A escolha dos temas abordados, por exemplo, foi feita a partir das sugestões dadas pelos próprios estudantes do curso. “Enquanto alunos, somos a voz do curso e o Centro Acadêmico vem para fortalecer essas vontades, essas melhorias que a gente deseja que tenha, e os professores aceitaram e apoiaram totalmente a ideia. Então, eu acredito que só temos a ganhar”, destacou a secretária do Centro Acadêmico, Eduarda Refosco.

O vice-reitor da Unicentro, professor Osmar Ambrósio de Souza, também comentou a relevância da participação dos acadêmicos como organizadores das ações. “Na medida em que eles participam, eles trazem para o evento as suas aspirações, as suas expectativas. E, ao trazê-las, faz com que mais alunos participem e, assim, claro, o crescimento coletivo do curso é significativo”.

Atividades foram planejadas em conjunto com os acadêmicos (Foto: Márcio Nei da Silva)

Bruna Santos está no segundo ano do curso de Nutrição da Unicentro. A estudante aprovou a ideia de colaborar com a escolha dos temas. Para ela, essa é uma oportunidade de abordar assuntos de interesse dos acadêmicos e que, muitas vezes, não são discutidos nas salas de aula. “Isso aqui dá novas oportunidades para aprender, dá mais conhecimento, são coisas que não trabalhamos dentro da sala de aula, são coisas que estão nos rodeando e que precisamos estar por dentro”, defendeu.

Deixe uma resposta