Economia da Experiência é tema de palestra no campus de Irati

Economia da Experiência é tema de palestra no campus de Irati

A Economia da Experiência é um conceito considerado novo dentro do empreendedorismo no Brasil. De olho nisso, os departamentos pertencentes ao Setor de Ciências Sociais Aplicadas do Campus de Irati da Unicentro trouxeram, através de uma palestra, a temática para os acadêmicos dos cursos de Turismo, Ciências Contabeis e Administração.

Palestra foi promovida pelos departamentos do Setor de Sociais Aplicadas, que tem como diretor Carlos Alberto Gonzaga (Foto: Raphael Gierez)

O turismólogo Ridek Tavares, um dos palestrantes do evento, relata o principal diferencial da Economia da Experiência em relação a outras estratégias de mercado. “É um modo de ver o consumidor como pessoa, não simplesmente como um comprador. Analisar pelo fato que ele tem sentimentos, que ele tem vontade própria, não apenas oferecer um produto padronizado e fazer ele levar pra casa a força”, explica Ridek.

A palestra ainda contou com a presença dos empresários Avonir Funes e Cesar Luiz Machado, que trouxeram relatos de como traçar estratégias alternativas pode ser uma maneira de continuar competitivo no mercado. Para Avonir, épocas de crise econômica, como a que o Brasil passa, podem ser uma oportunidade para se buscar novos objetivos. “Criatividade é fundamental para você sair do tradicional, porque você tem uma possibilidade de sucesso inovando. Pois, se ficar insistindo na mesma receita, você vai continuar tendo os mesmos resultados e se eles não são bons durante uma crise é necessário traçar novos caminhos para ter desfechos diferentes”, comenta.

O chefe de Departamento de Turismo e um dos organizadores da palestra, professor Diogo Fernandes, explica que é de suma importância aliar o conteúdo teórico com as experiências de empresários ligados diretamente ao tema. “A ideia surge de uma tentativa da gente conseguir sair um pouco da teoria da sala de aula e trazer os empresários para que os acadêmicos compreendam como surge a ideia de empreender de uma forma tão distinta e diferente, como é essa questão da economia da experiência”, relata Diogo.

Temática chamou a atenção de alunos e professores de diversos cursos (Foto: Raphael Gierez)

Para o chefe de Departamento de Administração, professor Sérgio d’Oliveira, além da relevância do tema, o evento foi mais uma prova da importância da união de diferentes departamentos para o crescimento da Universidade. “Você não pode ficar restrito a sua área de gestão, no nosso caso Administração. Então, porque não interagir, buscar a intergração com outras áreas? Por que não acharmos os pontos em comuns, que são bons para todos os cursos? Para mim, Universidade é isso. É você agrupar vários universos com perspectiva distinta”, discorre o professor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *