Unicentro está recebendo inscrições para iniciação científica em edital de Apoio à Inclusão Social

Unicentro está recebendo inscrições para iniciação científica em edital de Apoio à Inclusão Social

O Programa Institucional de Apoio à Inclusão Social, o Pibis, favorece que estudantes que ingressaram no ensino superior por meio do sistema de cotas sociais ou que sejam egressos de escolas públicas tenham acesso e sejam incentivados a participar de projetos de pesquisa e de ações de extensão universitária. Nesse mês de maio, A Unicentro está recebendo inscrições para o Pibis na modalidade de iniciação científica (IC). O registro inicial, segundo o diretor de Pesquisa da universidade, professor Luciano Farinha, deve ser feito pelo professor-orientador. “Inicialmente, o orientador vai ter seu projeto de pesquisa e ter seu plano de atividades, aí fazer sua inscrição dentro do SGU, faz a sua inscrição”.

O Pibis na modalidade de IC, assim como os demais programas institucionais de iniciação científica, visa inserir os estudantes no universo da pesquisa, oferecendo uma uma base para discussões mais aprofundadas sobre os temas estudados. “O diferencial que a gente nota é que esses alunos que participam da iniciação científica, de uma maneira geral, eles têm um desenvolvimento muito melhor, um desenvolvimento mais aguçado que os demais alunos. Por que? Porque eles estão buscando todo dia, eles são mais cobrados, eles têm que responder por aquilo que eles estão fazendo, eles têm que estudar, eles têm que ler, não somente aquela carga de sala de aula, eles têm que se aprofundar nas discussões do dia a dia com os demais participantes de um grupo de pesquisa. Com certeza, ele evolui bastante”, avalia Farinha.

Mayara Maier, que está concluindo o curso de Jornalismo pela Unicentro, participou do Pibis e desenvolveu pesquisa na interrelação comunicação e estudos de gênero. “Para mim, foi muito importante participar desse programa, porque foi ali que eu consegui ter contato com o terceiro pilar que a gente tem dentro da universidade, que é o da pesquisa. Participar desse programa foi muito bom porque foi assim que eu tive contato com a pesquisa e me senti mais preparada para o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Então, agora, tendo concluído, eu percebo que a minha participação no programa foi essencial”, discorre.

Para ser orientador de iniciação científica, é preciso ser servidor efetivo – docente ou técnico – da Unicentro e ter titulação mínima de mestre.As inscrições para o Pibis na modalidade de iniciação científica permanecem abertas até o dia 20 de maio.

Deixe uma resposta