Município de Manfrinópolis também é beneficiado por doação de álcool 70% pela Unicentro

Município de Manfrinópolis também é beneficiado por doação de álcool 70% pela Unicentro

Uma parceria público-privada estabelecida entre a Unicentro e o Alambique Dom Juan resultou na produção de álcool 70%, que está sendo repassado às administrações municipais da região sudoeste do Paraná. Depois de Francisco Beltrão, que recebeu 700 frascos do produto, agora foi a vez de Manfrinópolis. A universidade e a destilaria, de propriedade de Juan Artigas, entregaram ao prefeito do município, Caetano Alievi, 700 frascos de álcool glicerinado, recomendado a sanitização das mãos e de objetos.

“Nós aqui recebemos com muita alegria, com muita satisfação, porque, na verdade, não são muitas as pessoas que têm essa bondade no coração de fazer uma atitude como essa. Eu acho que num momento difícil de pandemia que o nosso município – e todo município do Paraná e do Brasil – está vivendo, sempre que vem uma doação é muito bem vinda. Pode ter certeza que a prefeitura agradece muito a universidade, ao seu Juan. Isso vai nos ajudar muito. Esse álcool nós vamos doar para a população, por nos comércios. Quem vai usar vai ser a população. É um gesto que ajuda muito”, salienta o prefeito Caetano.

Manfrinópolis é um município de 2.639 habitantes que, segundo o último boletim da Sesa, que é a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, tem seis casos confirmados de covid-19 e um em investigação. Isso significa que, na cidade, um em cada 880 moradores, foi acometido pela doença. Índice que levou o dono do Alambique Dom Juan a indicar o município para receber o álcool 70%. Além disso, segundo o diretor da extensão da Unicentro em Coronel Vivida, professor Ismael Vanini, “as terras onde é produzida a cana e onde está em funcionamento a destilaria, a indústria dele fica em Manfrinópolis. Então, há uma relação de proximidade, de envolvimento, uma relação até de pertencimento”.

Desde o início da pandemia, a Unicentro já repassou parte da sua produção de álcool glicerinado 70% para 14 municípios: Boa Ventura do São Roque, Candói, Chopinzinho, Coronel Vivida, Foz do Jordão, Francisco Beltrão, Irati, Laranjeiras do Sul, Manfrinópolis, Pato Branco, Pinhão, Pitanga, Prudentópolis e Turvo. “Os municípios estão recebendo isso de uma forma muito positiva, obviamente, e ele está sendo importante, essencial ajuda para manter esses hábitos, essa necessidade de esterilização para evitar o contágio”, avalia Vanini. “Por outro lado, é o comprometimento de uma universidade, que atua com um braço aqui no sudoeste do Paraná e que tem cumprido com esse papel. Uma universidade pública, com verba pública e com uma mentalidade voltada para o público em geral, não apenas se limitando a uma região ou outra. Esse braço se estende nesse momento de dificuldade, nesse momento de incerteza, representa esse elo extremamente importante da academia, da universidade com o público, com o social”.

Avatar

Deixe uma resposta