Unati inicia as atividades de 2019 com 20 novos alunos

Unati inicia as atividades de 2019 com 20 novos alunos

A Unati, a Universidade Aberta a Terceira Idade, oferta há 18 anos atividades físicas, recreativas e intelectuais para quem passou dos 55 anos. E para celebrar o início das atividades de 2019, uma aula inaugural foi organizada para recepcionar os antigos e os novos participantes. E nesse ano, até agora, já são 20 novos alunos.

Por isso, o objetivo maior, segundo a pró-reitora de Extensão e Cultura da Unicentro, professora Elaine Maria dos Santos, foi promover a integração entre eles. “A aula inaugural tem muito essa função de receber, de recepcionar esses unatianos, de forma que eles se sintam bem aqui, que a universidade seja pra eles um espaço acolhedor, um espaço que faz bem, que eles queiram vir participar dessas oficinas”, afirma.

Na primeira aula, participantes foram apresentados à universidade e às atividades ofertadas (Foto: Coorc)

A aula inaugural também, segundo a professora Maria Regina Vargas, foi o momento em que a coordenação do programa buscou tirar as dúvidas sobre todas as formas de participação na Unati. “É extremamente importante para a pessoa idosa que as informações sejam bem passadas, com muita clareza, muita objetividade. Nós apresentamos os professores. É importantíssimo que o unatiano esteja presente para que ele saiba se conduzir aqui no espaço da universidade também”, avalia.

A dona Claudia Penteado é uma das novas participantes da Unati. Ela chegou até a Universidade Aberta a Terceira Idade por indicação da filha, que é servidora da Unicentro. Ela veio para conhecer pessoas e fazer amigos, mas a aula inaugural ajudou a decidir de que atividades vai participar: dança, informática e inglês. “É bom sair um pouco e fazer algo diferente. Eu não conheço ninguém, então, na verdade, eu vim aqui mais para conhecer e fazer amizade, daí participar de algum curso que eu gostar, essa é minha intenção”.

A Unati é um programa de extensão permanente da Unicentro que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos idosos, resgatando a autoestima dos participantes. Para isso, diariamente são ofertadas atividades gratuitas, que permitem o exercício do corpo e da mente, como canto, dança, línguas estrangeiras, tai chi e hidroginástica. E, nesse ano, o programa tem novidades: aulas de pilates e de italiano, atendimento nutricional e oficinas de psicologia.

Avatar

Deixe uma resposta