Campus Cedeteg recebe primeiro estudante em mobilidade por programa da Abruem

Campus Cedeteg recebe primeiro estudante em mobilidade por programa da Abruem

O campus Cedeteg da Unicentro está recebendo nesse início de ano letivo, pela primeira vez, um intercambista pelo PMN, que é o Programa Nacional de Mobilidade da Abruem, a Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais. Por isso, a comunidade do campus tem procurado fazer com que o estudante de Medicina Veterinária, Diego Silva Lima, se sinta em casa. Vindo da Universidade de Rio Verde, a UniRV, de Goiás, o aluno permanecerá na Unicentro até o mês de julho.

Diego foi recepcionado por professores, alunos e residentes da Clínica Escola de Medicina Veterinária, onde está fazendo estágio. Para ele, o início da mobilidade foi animador e correspondeu aos motivos que o levaram a escolher a Unicentro. “A grade daqui que é bem distribuída, bem formulada. Os alunos aqui aprendem muito mais, com mais tempo dentro da universidade. No tempo livre eu estou estou fazendo estágio no Hospital Veterinário”, conta.

Um dos colegas de Diego na Clínica Escola de Medicina Veterinária é o residente Thiago Francisco Solak. Para ele, a convivência com um estudante de outra universidade estadual, que fica em outra parte do Brasil, tem possibilitado a troca de experiências relacionadas a formação do médico veterinário e a rotinas das instituições. “Eu acho muito importante esse intercâmbio, essa troca de informação – tanto ele conosco e o que a gente puder passar para ele e aprender com ele a gente vai fazer isso. É legal também porque, às vezes, a rotina de um estado muda para a rotina de outro. Então, a gente tendo pacientes com casuística que tem aqui no Paraná que não ocorre em outros estados, em outras regiões do Brasil o que acaba sendo interessante”, avalia o estudante.

O estudante da UniRV está animado com a mobilidade na Unicentro (Foto: Coorc)

A professora Helcya Mime Hulse é a tutora do Diego enquanto ele estiver na Unicentro. Para ela, a primeira experiência de mobilidade nacional do campus Cedeteg é enriquecedora. “A gente está começando essa experiência, mas eu acho que da mesma forma que é para os alunos, para os outros nossos alunos, para o Departamento também é uma forma, é um ganho de saber que a nossa instituição é referência para alguém no Brasil. Então, o fato dele ter escolhido a Unicentro, o nosso curso significa que somos referência no Brasil”, afirma a professora.

O PMN é realizado, anualmente, pela Abruem e tem dois editais. Um para cada semestre. Pelo programa, estudantes da Unicentro podem fazer intercâmbio em uma das outras 39 instituições estaduais e municipais afiliadas à Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais. Do mesmo modo, a Unicentro abre vagas para receber em seus cursos alunos das outras universidades.

Para o coordenador institucional do PMN, Miguel Bacheladenski, a experiência da mobilidade nacional é muito benéfica para o aluno. Afinal, durante o intercâmbio, novas perspectivas surgem em relação à formação universitária. Além disso, mesmo dentro do Brasil, estando numa região diferente, o estudante vivencia uma nova cultura, ampliando sua bagagem.”Para o estudante que vem para a Unicentro fazer a mobilidade, ele pode conhecer a Unicentro, o corpo docente e o viés de formação do curso. Então, ele pode agregar uma formação complementar, uma formação diferenciada. E no mesmo momento que ele vem para cá, ele pode trazer experiências que ele tem na formação lá na sua universidade e compartilhar essas experiências junto com professores, junto com os demais estudantes do curso”.

Avatar

Deixe uma resposta