Campus Irati realiza o Festival Canta Aí

Campus Irati realiza o Festival Canta Aí

Composições inéditas e interpretações de canções já consagradas marcaram as duas noites do Festival Canta Aí, realizado no Auditório Denise Stoklos, no campus Irati da Unicentro. Promovido em parceria pela Divisão de Promoção Cultural, a Diproc, e pela Divisão de Multimeios, o Festival leva o nome do Espaço Canta Aí, realizado todas as quintas-feiras no campus, e nasceu com a ideia de criar um momento de encontro, como um resultado da proposta desse espaço. “O Canta Aí é democrático, qualquer um pode participar. E fomenta essa paixão pela música que pode unir pessoas de idades, cursos e interesses diferentes e, ainda, a Universidade com a sociedade”, destaca a professora Alexandra Lourenço, chefe da Diproc.

Participantes, jurados e organizadores comemoram o sucesso da primeira edição do Festival (Foto: Marina Lukavy)

Ao longo das duas noites de Festival foram 18 apresentações, com músicos integrantes da comunidade acadêmica da Unicentro e representantes da comunidade externa a Universidade. Para o chefe da Divisão de Multimeios, o agente universitário Nelson Luis Cordeiro, a principal intenção foi mesmo promover essa integração com aqueles que não fazem parte do dia a dia da Unicentro. “Avalio que o Festival foi muito bom, bem gratificante. O resultado é música de qualidade, talentos revelados, tanto da comunidade externa, como da nossa comunidade universitária, que precisa sempre de um espaço para mostrar seu talento. Estou muito feliz e esperamos ter outros festivais como esse aqui na nossa Universidade”, afirma.

No palco, diferentes estilos musicais foram trazidos pelas bandas, duplas ou apresentações solo. Os músicos foram julgados por uma comissão formada por pessoas ligadas à área. “Foram duas noites incríveis e um prazer participar do Canta Aí. As apresentações de bom nível, todo mundo estava bem ensaiado, afinado, e vieram com muita vontade para participar. E também foi maravilhoso porque a Unicentro deu espaço para a arte, para a música e isso é expressão”, observa a jurada Fernanda Hraber, que é jornalista e cantora.

Na segunda noite de apresentações, o momento mais esperado foi o anúncio dos três primeiros colocados em cada categoria. A acadêmica de Fonoaudiologia, Jaqueline Novis, que, frequentemente, compartilha seu talento no Espaço Canta Aí, garantiu o primeiro lugar interpretando “Como nossos pais”, de Elis Regina. “A emoção é muito forte, estou muito feliz e realizada, mas acima de tudo, grata por ter essa oportunidade aqui no Campus. Sempre gostei muito desta música e trouxe ela para o Festival porque acredito que combina com meu estilo de voz e, também, é um modo de fazer um tributo à maior cantora brasileira de todos os tempos, a nossa eterna Elis”, ressalta .

O estudante do segundo ano do Ensino Médio, Marcos Henrique Carneiro, compositor da música “Se encontre com Jah”, comemora o segundo lugar na categoria. Ele explica como foi o processo de composição da canção apresentada no primeiro dia do Canta Aí. “Fiquei um tempo afastado da música e foi, justamente, nesse período que surgiu a música ‘Se encontre com Jah’. Foi num momento em que eu estava bem ansioso, um tanto depressivo, porque não sabia o que queria para a minha vida. E depois dela, resolvi me dedicar a música, e é isso que vou levar agora para mim, me encontrei na música e é nela que vou ficar. Se encontre com Jah, se encontre com você mesmo”, complementa Marcos.

Jaqueline recebe de Nelson Cordeiro o troféu de primeiro lugar na categoria Interpretação (Foto: Marina Lukavy)

Para o vice-diretor do campus, professor Erivelton Fontana de Laat, o Festival foi uma prova do que é realmente a extensão universitária – através da cultura e da arte conseguir atingir a comunidade como um todo. “O papel da universidade é esse, fomentar a presença de todos aqui, da comunidade ligada as escolas, aos demais segmentos que gostam da música, das artes, neste evento. E o Canta Aí foi um sucesso na sua primeira edição, a nossa esperança é que ele continue”.

Deixe uma resposta