Professora da Unicentro lança livro sobre a docência em Enfermagem

Professora da Unicentro lança livro sobre a docência em Enfermagem

O desenvolvimento profissional docente. Esse é o tema que demandou vasto empenho e estudo da professora do Departamento de Enfermagem da Unicentro, Kátia Pereira de Borba, durante o doutorado. A tese se tornou o livro “Desenvolvimento profissional docente em tempos de neoliberalismo – fundamentos teóricos e pesquisa” e tem como principal objetivo motivar um olhar ampliado da formação de enfermeiros.

“Representa uma valiosa contribuição para a educação em Enfermagem, no que se refere à docência na educação superior, bem como para a área de conhecimento da pedagogia universitária. A obra descreve um conteúdo atual e dinâmico, que propõe ampliar o campo de discussão e pesquisa sobre o desenvolvimento profissional docente –DPD, envolvendo a educação em Enfermagem em universidades públicas”, explica Kátia.

O livro tem como co-autoras as orientadoras da tese – Maria José Clapis e Noeli Rivas – e está dividido em duas partes, procurando contemplar as articulações entre conhecimentos da pedagogia universitária e as especificidades da docência em Enfermagem no âmbito da universidade pública. “As autoras, professoras de longa data, atuantes em universidades públicas, expõem com propriedade a crise da modernidade enfrentada pelo ensino público universitário, oriunda do advento do neoliberalismo. Amparadas em aspectos teóricos e conceituais sustentados pela literatura científica nacional e internacional de estudiosos da área da educação, que têm como base de estudo a formação docente, propõem um texto teórico reflexivo, apresentado em duas partes: a fundamentação teórica sobre o desenvolvimento profissional docente, e a apresentação dos resultados de uma pesquisa envolvendo o desenvolvimento profissional docente de professores enfermeiros universitários”, detalha a docente da Unicentro.

Maria José Clappis explica que a obra leva o leitor a reflexão sobre os moldes da docência no ensino superior na área da Enfermagem. “Traz resultados de pesquisa de doutorado desenvolvida com professores enfermeiros de uma instituição de ensino superior pública. A leitura do livro nos leva a refletir sobre a política neoliberalista, que influencia profundamente a universidade pública brasileira, e tem íntima relação com o exercício da docência no ensino superior e com supervalorização do produtivismo acadêmico”, afirma a orientadora do trabalho.

“O exercício da docência em enfermagem está intrínseco ao desenvolvimento profissional docente de professores enfermeiros universitários, porque abarca não somente uma formação intelectual relacionada à prática pedagógica, mas a dimensão relacional e coletiva das situações profissionais. Essa reflexão se faz ainda mais premente quando se coloca em destaque o papel fundamental da formação em Enfermagem para a construção de compromisso social com o sistema público de saúde brasileiro, o Sistema Único de Saúde (SUS), o que também se relaciona à formação docente sustentada por preceitos e valores condizentes com a transformação social”, conclui Kátia.

Avatar

Deixe uma resposta