Projeto dá dicas de como manter atividades lúdicas com as crianças durante a pandemia

Projeto dá dicas de como manter atividades lúdicas com as crianças durante a pandemia

As atividades presenciais da Unicentro estão suspensas desde o mês março, por causa da pandemia de coronavírus. Mas, durante todo esse período, professores, estudantes e servidores buscaram maneiras de adaptar e dar andamento aos seus trabalhos. Um exemplo disso é o projeto de extensão Brincar e Contar Histórias na Universidade: experiências no Laboratório de Educação Infantil, que é vinculado ao Departamento de Pedagogia. 

O principal objetivo do projeto é promover a formação do profissional da educação infantil para trabalhar com a literatura e o brincar nas instituições educativas, bem como proporcionar momentos de leitura e brincadeiras para as crianças que frequentam o Laboratório de Educação Infantil da Unicentro, que se configura na sala de leitura e brinquedoteca”, explica a professora Aliandra Mesomo Lira, que é coordenadora do projeto.

De acordo com a docente, antes da pandemia, as atividades de brincadeira e contação de histórias eram realizadas nos dois espaços do laboratório com o auxílio de uma bolsista do projeto. Com a suspensão das atividades tanto na universidade quanto nas escolas, as ações do projeto foram reorganizadas. “Nós fizemos uma coletânea de sugestões de páginas e canais, perfis do Instagram que dessem ideias, compartilhassem situações que envolvem o brincar e a contação de histórias a partir de um repertório que a gente já tinha acesso, tinha conhecimento nos portais da educação. No nosso curso de Pedagogia a gente já trabalha algumas dessas questões e a gente organizou um apanhado, então, dessas ideias, nomeando e referenciado esses possíveis lugares onde as pessoas poderiam encontrar”, detalha.

Sugestões de atividades e como realizadas são postadas nas redes sociais, como Instagram e Facebook

Essa coletânea, de acordo com a professora Aliandra, foi divulgada no perfil da brinquedoteca no Instagram, que é @brinquedoteca_unicentro e, também, na página do Facebook. “Nossa intenção é também divulgar no e-mail institucional dos funcionários e professores para que também possam ter acesso a algumas ideias e possibilidades de envolvimento com as crianças, com os próprios filhos”, complementa Aliandra. Os canais Selo Sesc, Árvore do Saber e Os Amiguinhos, disponíveis no Youtube, são exemplos das sugestões trazidas pela coletânea. Esse trabalho, destaca a professora, foi a forma encontrada pelo projeto de continuar possibilitando o contato das crianças com atividades lúdicas. 

De alguma forma, compartilhar e disseminar essas ideias, tentando alcançar as famílias, os pais dessas crianças, os responsáveis e que eles possam, então, desenvolver essas ações, na medida da sua possibilidade e da sua rotina, com as próprias crianças que estão em casa e precisam tanto que seja ainda mantido esse vínculo com a ludicidade, com a brincadeira e com a literatura, porque elas são formas de arte”, finaliza a professora.

Avatar

Deixe uma resposta