“Meu quintal é maior que o mundo” é exposição fotográfica virtual promovida pela Unicentro

“Meu quintal é maior que o mundo” é exposição fotográfica virtual promovida pela Unicentro

A natureza é fonte de vida e também de inspiração. Apreciar a beleza da flora e da fauna a nossa volta é um exercício interessante para espairecermos de momentos tensos, como o que vivemos em função da pandemia de covid-19. Nesse contexto, a Diretoria de Cultura da Unicentro tem promovido algumas atividades, mesmo que de forma remota, para reforçar a relação entre a arte e a natureza. Uma delas é a exposição fotográfica virtual “Meu quintal é maior que o mundo”, com registros do agente universitário da Unicentro Luiz Ricardo Rech.

Eu acho que a natureza ameniza, a cultura e a arte amenizam as situações que nós estamos passando, que são difíceis, com aulas não presenciais, eventos não presenciais. Isso tudo vai mostrar para o público on-line ir admirando as belezas da nossa natureza, da nossa Guarapuava, e o Luiz Ricardo tem esse olhar que, talvez, a gente não tenha nos detalhes, mas que poderão admirar”, comenta a organizadora da mostra, a chefe da Divisão de Assuntos Culturais da Unicentro, Elizabete Lustoza, sobre os objetivos dessa coleção de fotos que está sendo exposta de forma on-line pela universidade. 

Todas as fotografias do conjunto são pequenas paisagens com muita cor e muita vida. Segundo o autor das imagens, o funcionário Luiz Ricardo, as 18 fotos que compõe a mostra evidenciam pequenos detalhes de elementos da natureza. “Eu geralmente costumo prestar atenção a pequenos detalhes que na correria do dia a dia a gente acaba deixando passar. O objetivo das fotos é buscar ir além de ressaltar esses detalhes – é tentar compor pequenas paisagens com coisas minúsculas.A ideia, no geral, é fazer um convite para desacelerar e olhar sempre com calma”, compartilha Luiz Ricardo.

Os registros foram feitos com lentes macro, que possibilitam closes nítidos dos pequenos recortes de natureza, que Luiz Ricardo adora fotografar. São detalhes que vão do orvalho nas folhas aos insetos mais tímidos. O agente universitário salienta a sua satisfação em colaborar com o cenário cultural atual, a partir do compartilhamento do seu trabalho artístico. “A ideia de criar exposições virtuais neste momento de pandemia é uma maneira de a gente manter os canais culturais em movimento. Além disso, a gente acaba expandindo ainda mais o alcance das iniciativas neste sentido. É sempre muito bacana ter o trabalho exposto dentro da universidade e atingindo públicos externos também”, avalia.

A exposição está sendo postada pouco a pouco no perfil da Diretoria de Cultura no Instagram, que é @_dirc (www.instagram.com/_dirc). A mostra completa estará disponível no dia 22 de setembro. Segundo o fotografo, ao final das postagens, o objetivo é que todas as imagens juntas criem um resultado que remeta visualmente a uma paisagem completa. O trabalho de curadoria da exposição “Meu quintal é maior que o mundo” foi feito pela egressa do curso de Arte da Unicentro, Andressa Rodrigues dos Santos.

Avatar

Deixe uma resposta