Departamento de Agronomia participa do Rally de Conservação da Agrária

Departamento de Agronomia participa do Rally de Conservação da Agrária

Conscientizar produtores rurais sobre as técnicas de preservação do solo e chamar a atenção deles para a necessidade dessa prática. É com esse objetivo que a Agrária e a Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária, a Fapa, promovem o Rally de Uso e Conservação do Solo e da Água. A quarta edição do evento contou com o apoio da Unicentro nas atividades educativas do percurso.

Ao longo do trajeto, cinco estações trataram da conservação do solo e da água. O professor Cristiano Pott, do Departamento de Agronomia, foi o responsável pela parada da Unicentro. “A participação aconteceu exatamente no local em que é desenvolvido o projeto de Manejo e Conservação do Solo na região Centro-Sul do Paraná, que é um projeto financiado pela Fundação Araucária e pelo Senar. Esse local, a gente denomina ele de projeto das megaparcelas, onde acontecem os estudos de conservação da região. A gente realizou duas palestras, que aconteceram simultaneamente, e, na sequência, tínhamos a realização de prova escrita pelos participantes sobre o assunto”.

A estação da Unicentro foi comandada pelo professor Cristiano Pott (Foto: Coorc)

Além de Pott, o professor Leandro Rampim e sete estudantes do Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Unicentro também participaram. A mestranda em produção vegetal Aline Czekalski foi uma delas. “Demonstrar aos participantes como avaliação da infiltração de água e a resistência à penetração do solo podem ser utilizados para avaliação da qualidade física do solo e, através desses resultados, como tomar decisões em relação às práticas de manejo a serem adotadas para a solução de problemas”, explicou Alice sobre as ações da estação.

Para o professor Cristiano Pott, a conservação do solo e da água é um tema bastante atual e que precisa ser discutido. Nesse sentido, o Rally foi uma oportunidade para ressaltar a importância da realização de projetos como o das megaparcelas. “Esse projeto das megaparcelas é uma forma de mostrar para a sociedade e para os produtores rurais a importância do solo e a necessidade que nós temos de tratá-lo com carinho para conservação das futuras gerações”, detalhou.

A mestranda Aline Czekalski também destacou a importância de eventos como o Rally para a formação profissional dos estudantes. “É possível aplicar o conhecimento obtido através do ambiente acadêmico na solução de problemas presentes no ambiente agrícola. Além disso, o evento proporcionou contato com profissionais e produtores, permitindo a troca de experiência, o que contribui de maneira eficaz no crescimento profissional”.

Avatar

Deixe uma resposta