Projetos

Ensino

Nome do Projeto: Palavras de Encantamento
Público Alvo: Estudantes do 6ºano Ensino Fundamental

Esse projeto será desenvolvido com base nos estudos acerca da linha de pesquisa do grupo PET: Gêneros Textuais, e essa sustentará todas as atividades de leitura e de prática de textos desse projeto. É uma tentativa de trazer os recém leitores para o mundo fabuloso que se abre no instante em que um livro é aberto. Em especial a leitura de Poesia, muitas vezes é deixada de lado nas escolas, pois esse gênero requer um trato muito mais elaborado e mais delicado, uma vez que a Poesia é por si própria subjetiva. Além disso, o contato dos alunos com o cânone ainda é superficial, pois, muitas vezes, o professor não conhece poesias que sejam adequadas para cada série. Assim sendo, o projeto vem ao encontro a esses problemas e busca despertar nos leitores um gostinho todo especial que a literatura proporciona.

  • OBJETIVOS
    ● Despertar o interesse pela leitura de poesias;
    ● Explorar os vários aspectos do gênero, tanto interpretativos quanto estruturais e contextuais;
    ● Trazer ao conhecimento dos alunos vários poetas brasileiros como Cecília Meireles, Rosana Murray, Elisa Lucinda, Vínicius de Moraes entre outros;
    ● Proporcionar momentos de prazer com a leitura, fazendo atividades diversificadas que despertem o gosto pela poesia;
    ● Trabalhar com esse gênero contextualizando-o e desenvolvendo-o de maneira crítica e interativa.

 

 

Projeto: Oficina de gramática aplicada para acadêmicos
Público Alvo: Acadêmicos dos cursos do Campus Santa Cruz

 

Três em cada dez universitários brasileiros fazem parte de um grupo com nível básico de alfabetização. Isso significa que, mesmo dentro da faculdade, cerca de 30% dos estudantes têm grau de letramento abaixo da média – eles leem e compreendem textos médios e curtos, mas não dominam documentos grandes e complexos. Essa realidade é sentida por professores dentro da sala de aula, independentemente da área do conhecimento. Em cursos de Humanas, Saúde ou Exatas, os docentes percebem que há algo errado com o domínio do português entre os alunos. Os problemas não se restringem a erros gramaticais; estão principalmente na dificuldade de articular ideia para produzir textos.
É importante ressaltar que o ensino de gramática, não deve ocorrer apenas para proteger ou conservar a composição da língua, mas para auxiliar o usuário e falante no conhecimento de sua própria língua materna, possibilitando-lhe as características essenciais que pertencem à sua cultura. Deve ser também, um ensino harmonioso na relação entre o ensino da gramática normativa e a contextualizada, sem descartar as nomenclaturas, terminologias e regras, as quais são fundamentais para o desenvolvimento social e cultural dos alunos.
Dessa forma, a atividade busca instrumentalizar acadêmicos nas áreas de humanas na disciplina de Língua Portuguesa.

OBJETIVOS:

  •  Auxiliar acadêmicos com dificuldades em gramática da Língua Portuguesa.
  • Propiciar um espaço para produções textuais a partir de diversos gêneros textuais.

 

 

Projeto: Curso de Língua Inglesa instrumental
Público Alvo: Petianos dos cursos do Campus Santa

O conhecimento acadêmico há muito vem usando uma língua específica. Antigamente usava-se o latim, depois, o francês e o alemão. Do século passado para cá, essas línguas perderam o lugar para o inglês, que ganhou a preferência dos autores e pesquisadores. A globalização e a Internet criaram a demanda por profissionais e alunos que falassem o inglês para que o conhecimento prosperasse. E os alunos que não falam inglês, deixam de ter acesso a informações relevantes para a sua formação. Sabe-se que a Língua Inglesa é essencial para o acadêmico que queira seguir na área e prestar exames em seleções de mestrado, daí a importância de instrumentalizá-los em outro idioma.
O projeto tem como meta ensinar noções básicas de inglês aos petianos. Como docente, teremos petianos que cursam Letras-Inglês, que já tem conhecimentos no idioma, eles serão supervisionados por professores de Língua Inglesa do Departamento de Letras.

Objetivo:

  • O objetivo instrumentalizar os petianos em Língua Inglesa a fim de poderem participar de atividades como intercâmbios como por exemplo, o Ciência sem Fronteiras do Ministério da Educação (MEC) e seleção em cursos de mestrado e doutorado .

 

 

Projeto: Aulas de Leitura para Deficientes visuais
Público Alvo: Alunos da APADEVI

OBS: Essa atividade consta em Atividades de Ensino e Extensão pois abrange as duas categorias.

O PET como um movimento social, procura atingir as várias camadas sociais respeitando e valorizando as diferenças, dessa maneira o grupo visa integrar suas atividades com as reais necessidades dos alunos da APADEVI ( Associação Paranaense de Deficientes Visuais). Assim, buscando inserção social, o grupo Programa de Educação Tutorial – PET Letras da Universidade Estadual do Centro-Oeste – UNICENTRO, vem atender a necessidade dos alunos portadores de deficiência visual da APADEVI ( Associação Paranaense de Deficientes Visuais) , proporcionando um espaço de contato e diálogo de obras literárias e atualidades, com enfoque para as obras requisitadas no Concurso vestibular da Unicentro.

OBJETIVOS:

  •  Gravar em forma de audiolivro o enredo dos livros pedidos no Concurso Vestibular.
  • Contextualizar as obras à realidade dos alunos.
  •  Aproximar os alunos deficientes dos estudos literários
  •  Suprir as necessidades de informação e transmitir os limites que se impõem aos deficientes visuais.

 

Planejamento completo: planejamento-pet-2017

Pesquisa

PROJETO: Grupo de Estudos do Discurso- PET-UNICENTRO

PÚBLICO-ALVO: Petianos de Letras

A implantação de um Grupo de Estudos do Discurso, além de proporcionar a consolidação de pesquisas já em andamento, tem em vista garantir uma formação interdiscisplinar mediante unidade do ensino, extensão e pesquisa. O Grupo de Estudos do Discurso é um espaço de debates e aprofundamento de temáticas relacionadas ao Discurso. É uma forma de iniciação científica, estudos e aprofundamento; um espaço onde os alunos elaboram projetos de pesquisa que podem aprofundar, posteriormente, em nível de pós-graduação.

OBJETIVOS:

  •  Refletir sobre teorias ligadas ao Discurso.

 

PROJETO: Grupo de Estudos Literários- PET-UNICENTRO

PÚBLICO-ALVO: Petianos de Letras

O Grupo de Estudos Literários é um espaço de debates e aprofundamento de temáticas relacionadas ao Literatura Discurso. É uma forma de iniciação científica, estudos e aprofundamento; um espaço onde os alunos elaboram projetos de pesquisa que podem aprofundar, posteriormente, em nível de pós-graduação. Os mediadores do grupo serão professores voluntários do departamento de Letras.
A implantação de um Grupo de Estudos Literários, além de proporcionar a consolidação de pesquisas já em andamento, tem em vista garantir uma formação interdisciplinar mediante unidade do ensino, extensão e pesquisa.

OBJETIVOS:

  • Refletir sobre teorias ligadas à Literatura.

 

PESQUISAS INDIVIDUAIS DOS PETIANOS

As pesquisas serão desenvolvidas dentro das linhas de Estudos Literários e Estudos Linguísticos. Os professores orientadores serão indicados pelo departamento de Letras da UNICENTRO.
Os petianos deve, estar inscritos nos grupos de Pesquisa de Departamento de Letras: “Relações de gênero: intersecções multiculturais”; Língua e Linguagem, Literatura e Ensino e Literatura e Interfaces.

ATIVIDADES DE CARÁTER COLETIVO

(participação em eventos científicos, feiras, mostras, encontros locais, regionais, nacionais, outros.

Durante o período de vigência desse planejamento o grupo pretende participar de eventos relacionados diretamente ao Programa de Educação Tutorial e também eventos que se relacionem ao curso de Letras. É importante ressaltar que são previsões e que podem ser alteradas de acordo com o andamento do grupo.

Planejamento completo: planejamento-pet-2017

Extensão

Projeto: A fotografia: há muito mais textos além do verbal para a comunidade da terceira idade
Público alvo: UNATI/UNICENTRO

OBS: Essa atividade pode ser enquadrada, também, na atividade de pesquisa, pois os petianos deverão fazer fichamentos das obras para poderem montar a oficina.

A fotografia nasceu sob a égide de verdade absoluta. Sua inserção na mídia impressa, no entanto, modificou seu papel, fazendo dela um instrumento capaz de atender aos interesses políticos, econômicos e ideológicos. A verdade que a fotografia transpassa nada mais é do que uma representação (parcial/total) da realidade, muitas vezes forjada para atender a interesses de alguns sujeitos. O objetivo da oficina é observar as condições de produção do discurso fotográfico e aplicar técnicas que permitam o reconhecimento das ideologias, para que isso aconteça é necessário a reeducação do olhar.
A oficina envolvendo fotografia partiu da necessidade de se apresentar uma proposta de ensino reflexivo (a partir do uso de textos midiáticos) com base nos PCN´s (2002) e na teoria de Vygotsky (1994). O Projeto direciona a oficina também para os idosos que fazem parte da Universidade da Terceira Idade.

OBJETIVOS:

  •  Evidenciar a existência de um sujeito constituído ideologicamente na produção da fotografia;
  •  Observar as condições de produção determinantes do sentido das imagens;
  •  Perceber o texto não-verbal a partir da fotografia;
  •  Analisar como a fotografia faz um recorte do real;
  •  Atentar para os elementos constituintes na fotografia e os pontos de atenção do olhar.

 

Projeto: Aulas de Leitura para Deficientes visuais
Público Alvo: Alunos da APADEVI

OBS: Essa atividade consta em Atividades de Ensino e Extensão pois abrange as duas categorias.

O PET como um movimento social, procura atingir as várias camadas sociais respeitando e valorizando as diferenças, dessa maneira o grupo visa integrar suas atividades com as reais necessidades dos alunos da APADEVI ( Associação Paranaense de Deficientes Visuais). Assim, buscando inserção social, o grupo Programa de Educação Tutorial – PET Letras da Universidade Estadual do Centro-Oeste – UNICENTRO, vem atender a necessidade dos alunos portadores de deficiência visual da APADEVI ( Associação Paranaense de Deficientes Visuais) , proporcionando um espaço de contato e diálogo de obras literárias e atualidades, com enfoque para as obras requisitadas no Concurso vestibular da Unicentro.

OBJETIVOS:

  •  Gravar em forma de audiolivro o enredo dos livros pedidos no Concurso Vestibular.
  •  Contextualizar as obras à realidade dos alunos.
  •  Aproximar os alunos deficientes dos estudos literários
  • Suprir as necessidades de informação e transmitir os limites que se impõem aos deficientes visuais.

 

Projeto: Mostra PET-letras
Público-alvo: Acadêmicos campus Santa Cruz

A discussão que leva ao conhecimento, assim sendo faz-se necessário um momento de discussão entre os grupos PET da universidade, para apresentar os resultados à comunidade acadêmica e para partilhar a evolução dos grupos entre siomento destinado para o grupo Pet-Letras expor seus projetos, a Mostra é dirigida aos calouros do campus, nesta Mostra apresenta-se os trabalho do ano anterior buscando familiarizar os alunos aos trabalhos do grupo.

OBJETIVOS:

  • Proporcionar um espaço para a divulgação dos trabalhos científicos e atividades desenvolvidas durante o ano, realizados por integrantes do Programa de Educação Tutorial – PET Letras Unicentro. A Mostra permite que a comunidade acadêmica conheça o que está sendo realizado pelo grupo.

 

Planejamento completo: planejamento-pet-2017