Resenha de: “Variedades da Experiência Científica”

Resenha de: “Variedades da Experiência Científica”

Autor: Carl Sagan

Ano da edição: 2008

Gênero: Ficção, Matemática, Ciência

Resenha:

Variedades da Experiência Científica é uma obra póstuma, editada pela esposa de Carl, Ann Druyan. Ann transcreveu uma série de palestras dadas por Carl na Universidade de Glasgow, na Escócia em um evento conhecido como Palestras Gifford, onde se discutia teologia natural. Dez anos após sua morte “Variedades da Experiência Científica: Uma visão pessoal na busca por Deus” foi lançado, em 2006, como uma série das palestras realizadas em 1985, onde o astrofísico discute a existência de Deus, expõe suas esperanças de encontrar vida inteligente em outros planetas e manifesta o desejo de que a religião seja usada para melhorar a vida do ser humano.

Mais de vinte anos antes do atual movimento ateísta, o astrofísico Carl Sagan questionava a visão tradicional de Deus num tom bem-humorado, de sólidas bases científicas. A relevância do tema na atualidade, marcada pelo extremismo religioso, fez com que sua viúva e colaboradora Ann Druyan recuperasse as transcrições perdidas das conferências e as transformasse em livro.

Mesmo refutando a visão de Deus como um “homem grande de barbas brancas e compridas sentado num trono no céu e controlando o vôo de cada andorinha”, Sagan não descarta a existência de alguma forma de inteligência superior, e abre uma detalhada discussão sobre a inteligência extraterrestre. Ao contrário dos líderes do movimento ateísta, Sagan não menospreza toda e qualquer forma de religião. Para ele, as religiões podem desempenhar o útil papel de orientar o comportamento humano. O que critica é o fato de elas fazerem afirmações sobre ciência sem usar o método científico do ceticismo e da autocorreção.

Sagan apesar de não afirmar a inexistência de Deus, mostra neste livro que a busca por ele, através de argumentos factuais e desconsiderando as sedutoras superstições, é uma missão impossível. Para chegarmos a conclusões convincentes, devemos nos desfazer de antigos ensinamentos, encarar a situação com a mente limpa e aberta e se precaver dos equívocos provocados por ela.

Autora da resenha: Nicole Moura

Imagem retirada de: https://www.amazon.com.br/dp/B07YF6PJPX/ref=dp-kindle-redirect?_encoding=UTF8&btkr=1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *