Estudantes de Turismo aproveitam férias para fazer estágio em pousada do litoral paulista

Estudantes de Turismo aproveitam férias para fazer estágio em pousada do litoral paulista

Os sentidos da teoria se ampliam quando os conceitos são aplicados na prática. Por isso, constantentemente, o Departamento de Turismo da Unicentro tem trabalhado no sentido de proporcionar que os estudantes do curso realizem estágios. Prática profissionalizante que não é deixada de lado nem mesmo no período de férias. Exemplo disso é a experiência vivida, durantte dois meses, pelos estudantes Julio Fernandes, Deborah Fleischer e Rhuana da Silva em pousada em Maresias, no litoral de São Paulo.

Para Rhuana o período foi especial no que diz respeito à prática do aprendizado de sala de aula. “Passamos por todos os setores do hotel. Já que no segundo ano da faculdade nós temos hotelaria, então, colocamos tudo em prática o que estudou aqui lá, a gente passou por recreação, recepção, restaurante – que é alimentos e bebidas, lavanderia”.

Mais do que melhorar a formação, na visão de Júlio, fazer um estágio fora do estado é uma grande experiência de vida. “Você já estar trabalhando numa pousada, você está saindo da sua zona de conforto e indo para outro estado com uma realidade totalmente diferente. Então, você passa uma experiência muito diferente do que você vive aqui, o que é bom”.

Atividades recreacionais estiveram entre funções desempenhadas pelos estudantes (Foto: arquivo pessoal)

Já Deborah define o período que estagiou em Maresias como muito importante para definir qual rumo dentro da área pretende tomar depois de formada. Contar essas experiências, para ela, também pode ser uma motivação para seus colegas de curso. “Eu acho que viver uma experiência na área, para a gente que faz Turismo, é muito importante porque a gente decide o que quer seguir. Por serem muitas áreas disponíveis no mercado, o que eu trago para o Departamento e para os colegas é que o mercado do Turismo abrange muitas coisas para fazer. Então, tem areá para a gente trabalhar e é possível viver bem do Turismo. Basta buscar não ficar na zona de conforto”, defende.

A professora da disciplina de Meios de Hospedagem, que dá sustentação teórica as práticas desenvolvidas na pousada, Vanessa de Oliveira Menezes, concorda com a visão de que a experiência é um grande ganho para o currículo e acrescenta que, depois de ações como essa, até a própria atividade em sala de aula fica mais fácil. “Não adianta ficar só na teoria, muitas vezes a prática vai mostrar alguma coisa a mais. Então, esses estágios propiciam essa prática. Depois que os alunos voltam do estágio, eles voltam com uma visão muito mais ampla da área, eles têm uma facilidade maior pra entender o conteúdo e conseguem, realmente, ver na prática todo conteúdo que eles viram em sala de aula. Então, é uma complementação e, sem dúvida, uma experiência para o currículo e para o futuro profissional de cada um deles”.

A professora também reitera que os relatos que dos três alunos são importantes para os colegas de curso na medida em que mostram que há muito campo dentro do Turismo a ser explorado. “Eles, em alguns momentos, não veem muitas perspectivas de futuro porque o Turismo em Irati é ainda incipiente, ainda está se iniciando. Então, com essas experiências, os alunos voltam com outro gás e incentivam outros alunos que nunca pensaram de fazer estágio”, finaliza.

Deixe uma resposta