Centro de Apoio à Fauna Silvestre,do campus Cedeteg, é inaugurado

Centro de Apoio à Fauna Silvestre,do campus Cedeteg, é inaugurado

No Dia Mundial da Fauna, celebrado em 22 de setembro, o Campus Cedeteg da Unicentro recebeu o secretário de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná, Márcio Nunes, para a inauguração do Centro de Apoio à Fauna Silvestre (Cafs). A cerimônia contou com a presença de representantes do Instituto Água e Terra (IAT), da Prefeitura de Guarapuava e da comunidade universitária.

O Cafs tem por objetivo o recebimento de animais silvestres nativos e exóticos, apreendidos, que necessitam de atendimentos de triagem, tratamento clínico e veterinário, preferencialmente visando o seu retorno à natureza. “O Paraná é pioneiro no cuidado a fauna silvestre vitimada. O Governo do Estado faz essa parceira com a academia, com as universidades, não só com as públicas, mas também com as privadas, porque entende que é justamente com essa parceria que nós podemos evoluir nesse campo. Aqui, especificamente, o estado repassa 150 mil reais por ano. Os animais que são apreendidos ou destinados à Força Verde, ao IAT, são encaminhados, então, para esse local para triagem e possível devolução para o meio ambiente, se for o caso; se não for possível, para destinar para alguém que tenha condições de cuidar desse animal”, explica o secretário, Márcio Nunes.

Esta é a terceira unidade inaugurada no estado. A implantação do centro é um reconhecimento dos serviços prestados pela Unicentro que, desde 2006, atua no atendimento aos animais silvestres, por meio do Serviço de Atendimento a Animais Silvestres (Saas). Com o convênio, será possível a ampliação dos cuidados com a fauna regional. “O convênio foi proposto, justamente, porque o Saas existia. Uma vez que esse serviço foi reconhecido, foi percebido como uma ferramenta que poderia ser útil dentro de uma rede de proteção no estado todo. Com esses recursos, a gente vai ter a ampliação do espaço físico, uma área anexa vai ser totalmente reformada e adaptada para atendimento a esses animais, nós conseguimos aumentar o número de residentes, existe a possibilidade de comprar alguns equipamentos e isso é o início, essa é apenas a primeira edição deste convênio. Uma vez que ele é uma política pública, ele tende a ser renovado e se perpetuar ao longo de gerações”, explicou o coordenador do Cafs Unicentro, professor Rodrigo Antônio Martins de Souza.

A unidade tem, atualmente, 45 animais em atendimento vindos de diversas regiões do estado, sendo sete mamíferos, cinco répteis e 33 aves. Segundo Rodrigo, a formação desta rede interligada, consolidada como política pública, favorece a eficiência na conservação da biodiversidade, impactando o estado como um todo. “A gente tem que entender a proteção animal como sendo uma proteção da fauna como um todo, para a manutenção do equilíbrio dos ecossistemas, para que os nossos biomas sejam preservados. Existem vários animais que ajudam a controlar populações de outros, no caso dos predadores; existem animais que são dispersores de sementes. Então, uma floresta que é habitada por animais é uma floresta que tem uma saúde muito maior. A saúde dos animais, a saúde do meio ambiente e a saúde do ser humano andam de mãos dadas, em um processo que a gente chama hoje de saúde única. Não tem como pensar na saúde da humanidade sem pensar na saúde do ambiente como um todo”, defende Rodrigo.

Representando a reitoria da universidade, o diretor do campus Cedeteg, Ricardo Miyahara recebeu o selo Amigo da Fauna e ressaltou que o histórico de serviços prestados pela Unicentro nesta área auxiliou a implantação do centro de apoio. “Como nós já tínhamos a experiência do Saas – Serviço de Atendimento aos Animais Selvagens -, eles utilizaram essa expertise da Unicentro, do professor Rodrigo, com o Departamento de Veterinária, para facilitar essa implantação do Cafs. Então, tornou algo que já vinha sendo realizado pontualmente pela Unicentro em algo que seria em conjunto com todo estado”.

O vice-prefeito de Guarapuava, Samuel Ribas, enalteceu o trabalho realizado pela Unicentro e a importância de parcerias em prol da conservação da fauna para as gerações futuras. “Hoje é um dia muito importante para Guarapuava, porque nós recebemos o secretário estadual Marcio Nunes. Uma parceria com a nossa universidade, que exerce um trabalho muito importante na nossa região e que já vinha há muito tempo exercendo esse apoio à fauna silvestre de toda região de Guarapuava e até do estado do Paraná. Agora, com todo esse apoio do Governo do Estado, essa parceria sem dúvida vai poder exercer de uma maneira ainda melhor e mais forte, porque nós sabemos a importância da manutenção e preservação da biodiversidade da nossa região para que as futuras gerações possam aproveitar e desfrutar de todo esse ambiente favorável que nós temos e que nós temos que cuidar”, afirma.

Presente na cerimônia, a deputada estadual Cristina Silvestre visitou as instalações do Cafs Unicentro e conferiu de perto a assistência prestada aos animais silvestres acolhidos. “Eu fiquei encantada com esta área de cuidado com esses animais que sofreram acidentes, que foram machucados ou que foram tirados do seu ambiente e foram resgatados. A Unicentro, para nós, é um orgulho, é referência não só no Paraná, mas a Unicentro é uma das melhores universidades do Brasil. É uma alegria muito grande ver o trabalho de toda equipe em prol desses animais, em prol de resgatar e dar prosseguimento, ver o carinho com que eles cuidam aqui para colocar na natureza de volta e isso é o que a gente deseja para o futuro desse país, principalmente, e do mundo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *